PARA ANUNCIAR CLIQUE AQUI | GRÁTIS :: PETS E SERVIÇOS

Tudo o que você precisa saber sobre a toxoplasmose em gatos

Autor: Carolline Guarche
Categorizados em: Adulto Alimentação FIlhote Gatos Quer mais 1 Saúde Tem pet
Tudo o que você precisa saber sobre a toxoplasmose em gatos

A toxoplasmose é uma zoonose transmitida ao homem pelos animais, ou seja, um zoonose. O gato é o hospedeiro definitivo do protozoário chamado toxoplasma gondii, parasita causador da doença. A doença não é contagiosa pela simples contato entre humanos e animais. Sua principal contaminação é através das fezes de um animal contaminado. Embora um grande grupo de animais possa ser infectado pela toxoplasmose e agir como transmissores, Incluindo cães, porcos, aves, carneiros e bovinos, os gatos são os que sofrem.  Mas engana-se quem pensa que todo gato transmite toxoplasmose. A falta de informação e orientação acaba por aumentar ainda mais as estatísticas de abandono de animais pelas ruas.

Contágio Animal:

Para contrair a doença, o gato deve entrar em contato com o parasita, comendo carne contaminada. Por exemplo, como um roedor, ave ou outro animal doente, ou carne crua previamente infectada. Se tratar de um animal de estimação, o mais provável é que ele se alimente com comida preparada, ração ou enlatado. E dificilmente entrará contato com focos infecciosos. Mas, se ele contrair o vírus, a toxoplasmose no gato demora uns 15 dias para se reproduzir. Ela se aloja no intestino do animal, formando alguns ovos chamados oócitos, que são eliminados através das fezes.

Transmissão por alimentos:

Evite oferecer carne crua, frutas, legumes e vegetais não higienizados adequadamente. Leve o gato para visitas periódicas ao veterinário para a orientação correta.

Estágios:

Oocistos: Formados no trato digestivo dos felinos, o hospedeiros definitivos da doença, são expelidos nas fezes dos gatos.

Taquizoítos: Consiste na propagação e multiplicação da infecção pelos diversos tecidos corporais. Isso continua até que a contaminação seja destruída por um agente externo ou o sistema imunológico amenize o desenvolver do processo.

Bradizoitos: É a forma de infecção aguda da doença, que consiste em um estado persistente da infecção, que pode ser encontrada em tecidos, músculos e órgãos viscerais – sendo que, em boa parte dos casos, quando a doença chega neste estágio, permanece no hospedeiro para o resto de sua vida.

Sintomas da Toxoplasmose em gatos:

Por ser uma doença assintomática, o animal não apresenta sinais claros de sofrimento. No entanto, há certos sinais de alarme que devem ser considerados, tais como: Diarreia, falta de apetite, febre, apatia, dificuldade na respiração, defesa baixas.

Em caso de detectar qualquer destes sintomas, deve-se ir a um médico veterinário. Ele fará uma coleta de sangue e considerará o diagnóstico e tratamento mais adequado. 

Para detectar a toxoplasmose, é recomendado realizar uma análise de sangue. A coleta de fezes não é recomendada pois não é determinante em todas as fases da doença.

Contágio Humano:

Ter um gato de estimação não aumenta o risco. Na verdade, é altamente improvável que o felino seja o responsável pelo contágio da doença a uma pessoa, inclusive se estiver grávida. Existe uma série de circunstâncias específicas para o contágio.

  • Que o animal seja infectado pela primeira vez, já que, uma vez contraída a doença, ele adquire imunidade.
  • Quando as fezes do gato permanecem no lugar por mais de 24 horas e menos de 5 dias.
  • Que a pessoa tenha contato com as fezes com as mãos nuas e leve à boca ou manipule alimentos.

Ainda que o animal esteja infectado, é difícil que a doença contagie pessoas que convivem com ele.

Como evitar a doença?

  • Em primeiro lugar, cuidar de sua alimentação e dos lugares onde ele ingere alimentos. Sempre que se tratar de comida embalada, como ração ou refeições caseiras, não haverá risco algum.
  • Evite dar-lhe carne crua. Também, na medida do possível, controle se entra em contato com animais externos.
  • Verifique se ele está com as vacinas em dia e realize controles veterinários periódicos para garantir que sua saúde esteja em perfeitas condições.

Tratamento da Toxoplasmose:

Se detectada a doença, o profissional indicará a administração de antibióticos por pelo menos duas semanas. Claro, isso dependerá do desenvolvimento e dos sintomas. Depois, controlará a evolução e a recuperação de seu bichano

Já falamos sobre verme, Confira!

Quer receber dicas animais?

Melhores amigos sabem tudo um do outro :-) Inscreva-se e receba notícias, dicas e promoções. A gente adora contar novidades!

Selecione abaixo como quer compartilhar este conteúdo
Fechar Um e-mail foi enviado para você redefinir sua senha