PARA ANUNCIAR CLIQUE AQUI | GRÁTIS :: PETS E SERVIÇOS

Como curar sarna de cachorro?

Autor: Carolline Guarche
Categorizados em: Cachorros Gatos Saúde Tem pet
Como curar sarna de cachorro?

A sarna sarcóptica, também chamada de sarna comum, é causada pelo ácaro Sarcoptes scabiei e é o tipo de doença mais frequente em cães. Quando acontece em gatos, ela é chamada de Sarna Notoédrica. Mas esse é o tipo mais comum. Ela causa coceira intensa e afeta dramaticamente a qualidade de vida do cachorro que a tem.

Causas:

É causada por um ácaro parasita e o contágio se dá após o animal entrar em contato direto com animais infectados ou com locais e objetos contaminados pelo ácaro, pois este pode sobreviver por alguns dias fora do hospedeiro. O cão é, sem dúvidas, o animal de companhia mais atingido pela sarna sarcóptica, especialmente quando se trata de um cão de rua ou que vivem em canis de cães abandonados. O gato raramente é infectado.

Fatores de risco:

Está doenças é altamente contagiosa e qualquer cão saudável que entre em contacto com um cão infectado será contagiado. O contágio também acontece de forma indireta, através de objetos inanimados que tenha sofrido contacto com o cão infectado, como camas, casotas, equipamento de beleza canina, colares, recipientes de comida e inclusivamente fezes.

A sarcóptica também pode se transmitida aos humanos (embora o ácaro não possa viver muito tempo em um humano) e destes novamente aos cães. Os sintomas aparecem entre 2 a 6 semanas depois do contágio.

Sintomas:

Os ácaros atingem as camadas mais profundas da pele e conseguem se reproduzir rapidamente, provocando vários sintomas:

  •  Vermelhidão
  •  Queda e ausência de pelo
  •  Perda de apetite

Diagnóstico e tratamento

É realizado por um veterinário que irá recolher uma amostra da ferida e da pele do cachorro. Um exame laboratorial determinará se é sarna. Normalmente o medicamento é tópico (aplica-se na região) e com banhos especiais de tratamento. Mas somente casos graves são tratados com medicação oral ou injetável. Os animais contaminados devem ficar isolados, seguindo com os cuidados de proteção (luvas, roupa descartável…) ao realizar o tratamento, pelo risco de contágio fácil desta doença de pele. O ambiente contaminado por ácaros deve ser higienizado e tratado com um produto acaricida.

Sarna Otodécica ou de Ouvido:

Os sintomas incluem cera em excesso e coceira intensa nos ouvidos. Por isso é muito fácil confundir a sarna de ouvido com a otite.

Sarna demodécica ou Negra:

A demodécica é muito conhecida como sarna negra. O ácaro que causa essa doença está presente no corpo de todos os cães, mas se manifesta apenas aqueles que estão com alguma falha no sistema imunológico, geralmente por motivos genéticos. Aparecem lesões em alguns locais do corpo do cachorro e com o tempo pode se espalhar pelo corpo inteiro.

A sarna negra costuma atingir principalmente cães filhotes, com menos de 6 meses de vida, ou cães que passaram de cinco anos de idade (justamente por esses dois grupos terem a imunidade mais sensível).

Manter a imunidade do cachorro sempre alta, com uma boa alimentação, é fundamental para evitar o aparecimento da sarna negra

Já falamos sobre cinomose, Confira

Quer receber dicas animais?

Melhores amigos sabem tudo um do outro :-) Inscreva-se e receba notícias, dicas e promoções. A gente adora contar novidades!

Selecione abaixo como quer compartilhar este conteúdo
Fechar Um e-mail foi enviado para você redefinir sua senha