PARA ANUNCIAR CLIQUE AQUI | GRÁTIS :: PETS E SERVIÇOS

Saiba tudo sobre a alergia a gato

Autor: Nathalia Perone
Categorizados em: Adoção Adulto FIlhote Gatos Não tem pet Quer mais 1 Saúde Senior Tem pet
Saiba tudo sobre a alergia a gato

Você não pode chegar perto de um gatinho que já fica espirrando? É muito comum que as pessoas tenham alergia a gato optem por restringir ao máximo a convivência com o pet para evitar problemas. De fato, os sintomas de uma alergia podem ser muito incômodos e prejudiciais. Mas, você sabia que não é o pelo do gato que causa alergia? E que é possível ter um bichano, mesmo que você seja alérgico?

Causas

Um estudo identificou que a proteína Fel D 1, conhecida popularmente por Dander, é a causadora da alergia a gato. Ela está contida na pele, saliva e outras secreções do animal, como fezes e urina.

A descoberta foi feita pela Universidade de Cambridge, na Inglaterra, comandada pela Doutora Clare Bryan, especialista em Imunologia. 

Eles explicam que a Dander tem uma toxina ambiental chamada de LPS. Em contato com o sistema imunológico do ser humano, ela ativa um receptor de defesa muito importante chamado de TRL4. Por este motivo, a Dander causa uma movimentação muito intensa das células de defesa do homem. O resultado é uma reação alérgica.

Pelo de gato causa alergia

Por mais que os pelos não sejam os responsáveis pela reação, eles são um fator agravante. O ato do gato lamber os pelos, faz com que as proteínas tenham mais um veículo de contato com o humano.

Sabe-se também que a Dander está presente na descamação natural da pele do gato. Ou seja, não há escapatória.

O mais surpreendente é saber que elas podem ficar no ambiente que o gato esteve por meses. Pois, ela gruda facilmente nas roupas, sapatos e outros objetos espalhados pela área de convivência do pet.  

Como saber se tenho alergia a gato?

A alergia compromete o sistema respiratório do indivíduo. Por isso, os sintomas mais comuns são espirros, coceira no nariz e garganta, tosse, coriza, congestionamento nasal, rinite, olhos lacrimejando e avermelhados. Se a pessoa já tiver um histórico de problemas respiratórios como asma, é possível que os sintomas sejam mais intensos. 

ALERGIA DE GATO NA PELE

Sim, isso mesmo, é possível! Em última instância, é possível observar reações na pele como coceira intensa, feridas ou urticária e choque anafilático.

Alergia a gato tem tratamento?

Sabemos que para um cat lover, é quase impossível ficar longe dos bichanos. Por isso, mercado disponibiliza algumas opções de tratamento para a alergia a gato.

A mais tradicional é o uso de medicamentos antialérgicos e para tratamento dos sintomas. Estes devem ser prescritos por um alergista. Vale lembrar que os antialérgicos causam sono muita sonolência e por isso, seu uso deve ser acompanhado de uma rotina leve.

Para o dia a dia, soluções caseiras como o chá de hortelã, eucalipto e gengibre são ótimas alternativas para descongestionar o trato nasal. Além disso, o consumo diário de alimentos ricos em vitamina C, como a laranja, acerola, morango, brócolis, pimentão e couve de bruxelas ajudam o sistema imunológico a ganhar força.

Além disso, há a opção dos sprays domésticos. Estas soluções prometem eliminar os vestígios da substância no ambiente. Eles devem ser pulverizados nos objetos do local de convivência do pet. Algumas marcas podem ser utilizadas diretamente no pelo do gato, diminuindo assim a quantidade de Dander durante a descamação da pele.

Mas, como conviver com um gato sendo alérgico?

Existem alguns truques simples que podem facilitar a convivência com o pet. Nenhum deles anula o tratamento com antialérgicos, prescrito pelo médico alergista. Mas, pode diminuir a incidência de crises alérgicas.

Uma delas é escovar o gato diariamente. Primeiro, a escovação deve ser feita na direção do crescimento do pelo. Em seguida, na direção contrária, para ter a certeza que a maior parte de pelos soltos e descamação da pele não fiquem no ambiente da casa. Além disso, utilize um aspirador de pó para eliminar estes vestígios do ambiente.

Acostume o gato a ter um local para fazer as necessidades fora da casa. Apesar das caixas de areia e tapetes serem limpos com frequência, a urina e fezes do pet também contém a proteína Fed D 1, e podem se espalhar pelo ambiente.

Sabemos o quanto é legal dormir com o pet mas, para um alérgico, a ideia pode causar problemas. Deixe o bichano longe do dormitório do alérgico.

Existem gatos hipoalergênicos?

Na verdade, não existem gatos hipoalergênicos, mas sim raças que produzem uma quantidade muito baixa da proteína Fel D 1. Por isso, são menos propensas a causar alergias. Em linhas gerais, a fêmea produz um nível ainda menor da proteína. Conheça algumas delas: 

SIBERIANO

O gato de aparência selvagem é muito inteligente. Ele levará todo o astral para a família, pois é animado e brincalhão. Os Siberianos são muito dóceis e amigáveis e adoram crianças.

Saiba tudo sobre a alergia a gato

CORNISH REX

Adora ser o centro das atenções. Por isso, ele nunca será visto cabisbaixo. É uma raça alegre e divertida. O Cornish Rex adora de brincar de pegar objetos. Além disso, é um felino muito elegante.

Saiba tudo sobre a alergia a gato

DEVON REX

Essa raça é atenta. Presta atenção nos mínimos detalhes e passaria horas investigando os quatro cantos da casa. O Devon Rex gosta de ter a atenção dos tutores toda para ele. E consegue fácil: é divertido e comilão.

Saiba tudo sobre a alergia a gato

Não se esqueça de testar

Apesar da produção baixa de Dander, é muito importante ter contato com as raças para verificar se realmente não causará reações alérgicas. Pois, cada pessoa reage de uma forma diferente aos diferentes níveis de Fel D 1.

Veja nossos anúncios de bichanos. 

Seu pet solta muito pelos? Leia nosso artigo e saiba o porquê. 

Cadastrando o seu e-mail na nossa newsletter você recebe conteúdos exclusivos.

 

 

 

Quer receber dicas animais?

Melhores amigos sabem tudo um do outro :-) Inscreva-se e receba notícias, dicas e promoções. A gente adora contar novidades!

Selecione abaixo como quer compartilhar este conteúdo
Fechar Um e-mail foi enviado para você redefinir sua senha