PARA ANUNCIAR CLIQUE AQUI | GRÁTIS :: PETS E SERVIÇOS

Pets castrados precisam namorar?

Autor: Paula Semer
Categorizados em: Adulto Cachorros Quer mais 1 Saúde Tem pet
Pets castrados precisam namorar?

Tecnicamente, não. Na verdade, pets também amam e podem se conectar de forma afetiva. Mas a vontade de se relacionar com outros animais é uma resposta ao seu instinto reprodutivo. Se uma cadela no cio se aproxima de um macho, grandes chances de ele tentar cruzar. Aliás, o impulso de procriar pode ter como alvo não só os pares, mas almofadas e pernas de visitas – quem já conviveu com animais que não foram castrados e enfrentou situações embaraçosas sabe bem disso.

Embora muitos tutores ainda acreditem ser perigoso submeter o animal a uma cirurgia, a castração de gatos e cachorros – a retirada dos testículos nos machos e dos ovários e às vezes do útero nas fêmeas – é recomendada pelos veterinários tanto para o controle populacional como para a saúde dos bichos, já que pode prevenir doenças como o câncer. Quanto antes melhor. De acordo com o Conselho Federal de Medicina Veterinária, a esterilização de cadelas e gatas, por exemplo, tem seus benefícios potencializados quando o procedimento é realizado antes do primeiro cio. Não, eles não ficam tristes nem deixam de brincar, pode confiar! De quebra, farão menos xixi pela casa

Dicas

Ok, você castrou o seu pet e ele continua montando em cima de você e de outros animais? Bem, essa atitude pode não ser propriamente por vontade de acasalar, mas uma tentativa de chamar atenção ou marcar território. É comum inclusive que esse comportamento seja anterior à maturidade sexual – em uma ninhada, às vezes um filhote monta no outro, testando sua força. Quer dizer, não se trata de um sinal de carência do seu melhor amigo, mas de um instinto de liderança. Você pode afastá-lo com firmeza, mas sem agressividade, em sinal de reprovação.

Agora, se o seu mascote não é castrado e você está ansioso para encontrar um pretendente para ele, existem sites especializados em relacionamentos animais, com perfil, foto e tudo que uma rede social tem direito. Só não se esqueça que a cruza deve ser planejada e procure sempre a orientação do veterinário. Assim, você garante um romance seguro para o seu peludo e proteção para a ninhada que vem aí. 

Já falamos sobre gravidez psicológica em pets, confira!

Pets castrados precisam namorar?
autor

Paula Semer

Paula Semer é jornalista, está em São Paulo, escreve livros para crianças e dá aulas de yoga. Depois de anos sem pensar em cachorro, acaba de se apaixonar perdidamente por um novo filhote!

Quer receber dicas animais?

Melhores amigos sabem tudo um do outro :-) Inscreva-se e receba notícias, dicas e promoções. A gente adora contar novidades!

Selecione abaixo como quer compartilhar este conteúdo
Fechar Um e-mail foi enviado para você redefinir sua senha