PARA ANUNCIAR CLIQUE AQUI | GRÁTIS :: PETS E SERVIÇOS

Pasta de dente para cachorro? cuide bem dos dentes do seu pet

Autor: Julia Freire
Categorizados em: Adulto Beleza e Grooming Cachorros Dicas FIlhote Gatos Quer mais 1 Saúde Tem pet
Pasta de dente para cachorro? cuide bem dos dentes do seu pet

Quem tem um bichinho em casa sabe como é difícil ele ficar quieto na hora de escovar os dentes. Mas a higiene oral dos pets é indispensável e deve ser feita diariamente para prevenir o tártaro, cáries e doenças graves, como a periodontite.

A rotina de higiene oral pode começar por volta dos sete meses de idade, que é quando acaba a troca de dentes permanentes dos bichos. O tipo de escova dental deve ser escolhido de acordo com o tamanho do pet. Pode-se utilizar escovas comuns, como as utilizadas por nós, ou de uso veterinário. As cerdas devem ser macias, para não machucarem a gengiva. Dedeiras infantis também podem ser utilizadas.

O creme dental deve ser de uso veterinário. Caso ele engula o produto, ele não prejudicará sua saúde. Assim como os cremes de uso humano, eles ajudam na prevenção da formação da placa bacteriana.

Acostume o pet à rotina

Para o bichinho ir se acostumando, o ideal é começar o hábito da escovação o quanto antes e de maneira gradual. Mesmo os pets mais velhos podem se adaptar à rotina de higiene oral. Depende da dedicação do tutor em ensiná-los.

Se por algum motivo você não conseguir escovar os dentes do seu pet diariamente, será preciso levá-lo ao veterinário mais vezes para remover a placa bacteriana e o tártaro. Ele deve ser avaliado por um dentista uma vez por ano. O profissional irá verificar se a limpeza feita em casa é suficiente. Alguns bichos precisam de avaliações mais frequentes, como os de porte pequeno ou os que sejam portadores de alguma doença crônica.

Problemas dentários

A formação de tártaro nos pets é mais comum do que as cáries e pode ser tratada facilmente com a escovação em dia. Isso porque eles tem o pH da boca mais alcalino do que o nosso.

O problema dental mais perigoso e infelizmente mais comum, é a periodontite. É a inflamação e infecção dos dentes e do periodonto. Essa doença pode vir acompanhada de gengivite, tártaro, retração gengival, bolsas periodontais, abcessos dentários e perda óssea. A periodontite pode ainda levar a doenças em outros órgãos, como os rins, fígado e coração.

Os primeiros sinais de um problema dentário podem passar despercebidos. No começo, os primeiros sintomas podem ser coceira no focinho e sangramento da gengiva. E ainda existem os sintomas que não aparentam ser resultado de um problema dentário. Perda de peso, febre, anemia e fraqueza podem ser um reflexo da periodontite. Outros, mais perceptíveis, são dor ao se alimentar, mau hálito, excesso de saliva, problemas ao digerir alimentos sólidos, espirros e secreção nasal.

Algumas raças são mais propensas do que outras

Os cachorros de porte micro e pequeno (Yorkshire, Maltês, Chihuahua, entre outros) são mais propensos a ter periodontite. Isso porque o espaço entre seus dentes é menor, facilitando o acumulo de alimentos e bactérias na boca. Em alguns casos, o dente de leite não cai, formando uma dentição dupla, sintoma conhecido como “boca de tubarão”.

Os cães de rosto mais enrugado, como o Shar Pei, costumam apresentar dermatite da dobra labial. Em alguns casos, é preciso recorrer à cirurgia plástica. Os Boxers podem ter hiperplasia gengival, que é o crescimento excessivo da gengiva.

Os pets de focinho achatado, como o Pug e o Buldogue, podem ter o céu da boca maior do que o normal, atrapalhando a respiração. Para esse caso, também existe cirurgia corretiva, o que os permite respirar melhor e roncar menos.

Rotina de escovação:

Todos os cães devem ter uma rotina de escovação! Ela deve ser feita pelo menos uma vez ao dia. A escovação previne e melhora a condição dos dentes removendo ou impedindo o crescimento do tártaro.

Como realizar a escovação:

O primeiro passo é ter uma escova! seja a comum para cães ou a dedeira. Escolha um momento em que o animal esteja relaxado e em um local agradável. Escove todos os dentinhos e não se esqueça da gengiva e do céu da boca. Não faça força, apenas movimentos repetitivos.

A importância da pasta de dente:

Muitos tutores não sabem, mas a higienização é fundamental para evitar doenças como a gengivite, que se não for tratada pode causar infecções comprometendo outros órgãos.  Por isso, a limpeza é tão muito importante.

Pasta de dente caseira:

  • 1/2 Colher de sopa de bicarbonato de sódio.
  • 1 colher de sopa de água.

Misture os dois ingredientes até obter uma pasta homogênea. O bicarbonato de sódio possui muitas propriedades que o transformam em um produto perfeito para o cuidado dos dentes pois remove as manchas e clarear o esmalte. Além disso, previne o mau hálito e alivia o mal estar.

Os pets adoram roer ossinhos de couro, mas cuidado! Eles podem fazer muito mal. Leia mais aqui.

Quer receber dicas animais?

Melhores amigos sabem tudo um do outro :-) Inscreva-se e receba notícias, dicas e promoções. A gente adora contar novidades!

Selecione abaixo como quer compartilhar este conteúdo
Fechar Um e-mail foi enviado para você redefinir sua senha