PARA ANUNCIAR CLIQUE AQUI | GRÁTIS :: PETS E SERVIÇOS

Conheça o tratamento de verme em cachorro e gato

Autor: Nathalia Perone
Categorizados em: Adulto Cachorros FIlhote Gatos Quer mais 1 Saúde Senior Tem pet
Conheça o tratamento de verme em cachorro e gato

É muito comum o aparecimento de verme em cachorro e gato. Eles são endoparasitas. Ou seja, alojam-se no sistema digestório dos animais e  sobrevivem do sangue e nutrientes de seus hospedeiros. Logo na primeira fase de vida do animal é importante medicá-lo com vermífugo. Para evitar as consequências do seu amigão carregar estes parasitas.

Contração

As formas de contração são inúmeras. Através da ingestão de alimentos e outros animais que contenham ovos de vermes. Ou então através da pele, uma vez que o parasita pode penetrá-la. Existem outras formas de infecção, como por exemplo a hereditária, da mãe para o filhote. E também pela ingestão de parasitas intermediários, como pulgas e piolhos contaminados.

Os tipos de vermes

Existem dois tipos de vermes, que são classificados de acordo com suas características físicas e biológicas. São eles: Nematóides e Cestóides.

Os Nematóides são parasitas alongados e com aspecto achatado. Dentre eles, podemos encontrar Dipylidium Caninum, mais conhecida por Tênia Canina. Este parasita é contraído através do consumo de piolhos e pulgas. Fica no interior do intestino delgado e parecem uma espécie de fita. Se não tratado, pode chegar a dez metros de comprimento.

Já os Cestóides  são parasitas redondos. O mais conhecido neste filo são os Áscaris, popularmente chamados de Lombriga. Eles vivem no interior do aparelho digestivo do animal em forma de aglomerações. Seu tamanho varia de cinco milímetros a quatro centímetros em média. A lombriga, após eliminada pelas fezes,  pode sobreviver até dois anos fora de seu hospedeiro.

Sintomas das verminoses

Para saber se o pet está com uma verminose, é possível observar alguns sintomas. Dentre eles, vômito, diarréia, inchaço abdominal, falta de apetite, perda de peso e enrijecimento dos pelos. Além disso, os vermes causam coceira e inchaço na região anal do bicho e provavelmente ele tentará coçá-lo através do atrito com o chão ou com objetos. A longo prazo, a infecção pode causar consequências como anemia e desidratação.

Tratamento

veterinary-1529191_1920-1

Os vermífugos são medicamentos que tratam e previnem as verminoses. Pois, eles agem nos processos bioquímicos dos parasitas, desestabilizando seu sistema vital.  

Desde as primeiras semanas de vida do filhote é importante iniciar o tratamento com os anti vermes. Aconselha-se o uso do medicamento de 4 em 4 meses.

Existem vermífugos para parasitas específicos, geralmente prescritos pelo veterinário. Entretanto, o ideal para o uso periódico, são os chamados Vermífugos Plus. Sua composição é própria para combater uma variedade de espécies deste parasita. Diarréias são recorrentes após o uso do remédio.

Estes medicamentos são encontrados na forma líquida e em comprimidos. Seu preço varia de acordo com o tipo, dosagem e marca. Mas, em média, podem ser encontrados no valor de R$15,00 à R$20,00.

Consulte um veterinário de sua confiança para a prescrição da dosagem ideal para seu pet.

Prevenção

É importante manter o local de convivência do animal sempre limpo e arejado. Além disso, verifique sempre se há pulgas ou piolhos em seus pelos. Preste atenção na alimentação de seu pet, congele as carnes que ele consumirá e descongele-as em temperatura ambiente. Mantenha sempre a medicação em dia. É muito importante que você leve seu animal frequentemente ao veterinário. Assim, você estará prezando pela saúde e bem estar de seu amigão.

Quer saber como tratar e prevenir pulgas? Leia nosso artigo

Cadastrando o seu E-mail na nossa newsletter você recebe conteúdos exclusivos.

Quer receber dicas animais?

Melhores amigos sabem tudo um do outro :-) Inscreva-se e receba notícias, dicas e promoções. A gente adora contar novidades!

Selecione abaixo como quer compartilhar este conteúdo
Fechar Um e-mail foi enviado para você redefinir sua senha