PARA ANUNCIAR CLIQUE AQUI | GRÁTIS :: PETS E SERVIÇOS

Doença de cachorro: Dormir com o pet aumenta o risco?

Autor: Marcelo Burgos
Categorizados em: Cachorros Quer mais 1 Saúde Tem pet
Doença de cachorro: Dormir com o pet aumenta o risco?

Dormir com cachorro é saudável? Os cachorros ficam no sofá da sala, na cozinha, na cama e às vezes até no banheiro de seus tutores. 

Entre as mais de 100 doenças que os cães transmitem aos humanos estão as verminoses.

É difícil estabelecer um limite para os cachorros, principalmente porque hoje, nas cidades, a vida deles é muito mais dentro do que fora de casa e assim os hábitos dos cães vão ficando cada vez mais humanizados. Eles ficam no sofá da sala, na cozinha e às vezes até no banheiro de seus tutores. Outra situação cada vez mais comum é os cães subirem nas camas dos tutores e lá ficarem a noite toda. Pode ser muito bom  para a relação tutor e para o pet, não há dúvidas. Ainda mais no frio.

É saudável?

O consenso entre os médicos é que não. O veterinário Bruno Chomel, da Universidade da Califórnia, afirma que cães e gatos podem transmitir mais de 100 doenças para os humanos. Segundo ele, cerca de 56% dos donos de cachorros deixam os animais dormir na cama. “Apesar de não transmitirem doenças com frequência, quando isso acontece o caso costuma ser sério”, diz Chomel.

Ele diz que os pets não devem ficar em certos cômodos da casa, como os quartos, principalmente os de bebês. Entre as doenças que podem ser transmitidas pelos cães que dividem a cama com seus donos estão as verminoses. Entre os parasitas causadores de verminoses estão as lombrigas e as solitárias. Os sintomas podem ser cólicas abdominais, enjoos, indisposição, fraqueza, vômitos e diarreia.  Em raros casos, os animais de estimação também podem transmitir a superbactéria MRSA, cuja resistência aos tratamentos com antibióticos é muito grande.

Os benefícios de ter um cachorro também são amplamente conhecidos. Tutores têm a pressão mais baixa, menos depressão e se sentem menos sozinhos. Além disso, os donos de cães costumam ser mais ativos e têm mais amigos graças ao animal.

Os especialistas, porém, lembram que bom senso é fundamental e também manter as vacinas e os vermífugos sempre em dia.

Problemas para os animais:

As doenças podem ser provocadas não apenas nos tutores, mas também nos próprios pets! Podem ser desencadeadas alergias por contato ou atópicas. As reações podem ser decorrentes do uso do sabão em pó, amaciante, perfume, desodorantes e outros produtos.

E os gatos na cama:

Que os gatos adoram um lugar quentinho, todo mundo sabe, mas, existem algumas precauções que devem ser tomadas para que seu felino não o machuque a noite.

Os gatinhos podem sonhar e acabar te arranhando, por isso, mantenha as unhas do pet sempre cortadas. Talvez seja preciso treina-lo para que entenda que as brincadeiras acabam na hora de dormir e impor limites no quarto para que ele saiba que a amizade entre vocês não diminui sua liderança em casa.

Já falamos sobre como evitar que os cães destruam os móveis, confira

Doença de cachorro: Dormir com o pet aumenta o risco?
autor

Marcelo Burgos

Marcelo Burgos é jornalista e escritor e colabora com grandes veículos, como o Estado de S. Paulo. Trabalha também em análise de mídia na agência Companhia de Notícias.

Quer receber dicas animais?

Melhores amigos sabem tudo um do outro :-) Inscreva-se e receba notícias, dicas e promoções. A gente adora contar novidades!

Selecione abaixo como quer compartilhar este conteúdo
Fechar Um e-mail foi enviado para você redefinir sua senha