PARA ANUNCIAR CLIQUE AQUI | GRÁTIS :: PETS E SERVIÇOS

Doença do Carrapato: como prevenir e tratar

Autor: Nana Tucci
Categorizados em: Adulto Cachorros Dicas FIlhote Quer mais 1 Saúde Senior Tem pet
Doença do Carrapato: como prevenir e tratar

A gente sempre se preocupa se nosso cãozinho anda meio caidinho, né? É bom ficar de olho mesmo se ele estiver, além de desanimado, apresentando sintomas como febre, vômitos, secreção nasal e respiração alterada. Ele pode estar com a Doença do Carrapato, ou Erliquiose.

Causada por bactérias do gênero Ehrlichia, principalmente pela Ehrlichia canis, essa doença é séria e pode chegar a ser fatal.     

Como a doença do carrapato é transmitida para o seu amigão?

Geralmente através do carrapato-vermelho-do-cão (uma minoria a contrai através de transfusão sanguínea). Ela entra no corpo do animal através da mordida e afeta as células na corrente sanguínea.

O que é a doença do carrapato?

A doença do carrapato é apenas um nome para duas doenças que são transmitidas pelo carrapato Rhipicephalus sanguineus.

Erliquiose:

A erliquiose é quando uma bactéria, Erhliquia canis, entra na corrente sanguínea do animal.

Babesiose:

A babesiose é causada pelo Babesia canis, um protozoário que também entra em contato com a corrente sanguínea.

Qual a diferença entre elas?

As duas agem do mesmo jeito: atacando as células de defesa do corpo, o que afeta os órgãos importantes como pulmão, rins e fígado.

O que muda é a que a Erliquiose afeta os glóbulos brancos e a Babesiose os glóbulos vermelhos. Além disso, a erliquiose possui três fases bem acentuadas:

Aguda:

Os sintomas são comuns a uma infecção, ou seja, febre, falta de apetite e perda de peso.

Subclínica:

A subclínica não apresenta sintomas e pode durar mesmo anos após a picada do carrapato.

Crônica:

A crônica tem os sintomas parecidos com a fase aguda, porém são mais intensos.

Sintomas:

  • Febre
  • Apatia
  • Mucosas pálidas ou amareladas
  • Fraqueza Muscular
  • Perda de peso
  • Desidratação
  • Falta de apetite
  • Vômitos
  • Dor abdominal
  • Anemia

Tratamento:

Existe cura para a doença, mas não existe uma vacina!

Fique atento aos sintomas, quanto mais cedo forem identificados, melhor.

Procure um veterinário o mais rápido possível.

Prevenção:

A melhor prevenção é eliminar os carrapatos dos locais onde o pet frequenta. Além disso, sempre fique de olho nos pelos e patas do cachorro. Utilize também shampoos e sabonetes próprios para eliminar carrapatos.

Já falamos sobre as doenças mais comuns e perigosas para os pets, Confira

Doença do Carrapato: como prevenir e tratar
autor

Nana Tucci

Nana Tucci tem 31 anos, é jornalista, adora tudo que é caipira, fazer (e comer) doces e um bom banho de cachoeira. Mora numa casa feliz e bagunçada com o Jota e os dois filhos, Bento e Tito, a gata Abacaxi e a cadela Panqueca.

Quer receber dicas animais?

Melhores amigos sabem tudo um do outro :-) Inscreva-se e receba notícias, dicas e promoções. A gente adora contar novidades!

Selecione abaixo como quer compartilhar este conteúdo
Fechar Um e-mail foi enviado para você redefinir sua senha