PARA ANUNCIAR CLIQUE AQUI | GRÁTIS :: PETS E SERVIÇOS

Diarreia em gatos: o que fazer?

Autor: Carolline Guarche
Categorizados em: Adulto FIlhote Gatos Saúde Senior Tem pet
Diarreia em gatos: o que fazer?

Diarreia é um problema comum em felinos, podem significar tanto problemas corriqueiros quanto mais graves. Preparamos para você um texto para sanar suas dúvidas sobre diarreia em gatos! Confira:

A diarreia é um sintoma que, apesar de poder significar problemas corriqueiros, merece uma atenção especial caso perdure por mais de alguns dias, pois pode ser sinal de problemas mais graves.

O que causa a Diarreia?

Uma causa frequente de diarreia em gatos é mudança na dieta. A introdução de uma nova ração ou comidas estranhas podem alterar a digestão do bichinho, ocasionando a diarreia. A ingestão de alimentos que não estão em bom estado de conservação também pode causar diarreia.

Outra causa possível é infecção bacteriana ou uma doença inflamatória intestinal. Ainda pode ter relação com doenças renais ou hepáticas, câncer ou tumores no aparelho digestivo. Também pode ser causada pela ingestão de determinados medicamentos ou por hipertiroidismo.

O perigo da Diarreia:

Os gatos são animais que, em geral, bebem pouca água. Por conta disso a diarreia pode oferecer um grande risco de desidratação, que é um problema muito grave. A falta de água no organismo, juntamente com a falta de apetite, podem até mesmo levar os pets a óbito.

Como tratar?

O ideal é sempre levar o bichano para o veterinário sempre que for observado algo fora do comum. Muitos tutores não querem ter o trabalho de levar seus pets ao veterinário, preferindo tratamentos caseiros, o que é muito arriscado. Não há comprovação científica da eficácia de tratamentos caseiros, podendo até causarem a piora do estado do bichinho.

A primeira coisa a se fazer é, sem dúvida, ligar para o médico veterinário e descrever os sintomas do gatinho. Antes de marcar a consulta, é bacana perguntar se será necessário coleta de fezes para o exame, assim você já vai preparado. É imprescindível que se siga todas as orientações dadas pelo veterinário, para a melhora do bichano. Ao longo do tratamento observe seu pet, vem como ele reage aos medicamentos indicados pelo veterinário, e se e como anda a melhora dele. Assim, as chances do tratamento ter sucesso são enormes.

Envenenamento:

Produtos tóxicos devem sempre estar longe do alcance dos animais. O contato com esse tipo de material costuma causar diarreia em gatos, assim como vômitos e outros sintomas. Então, cosméticos, chumbinho, produtos de limpeza, venenos, iscas para matar insetos, produtos de dedetização, podem causar o envenenamento do pet. Sempre os guarde em local seguro!

O uso errado de medicamentos também podem causar problemas para seu felino. Nunca dê nenhum remédio sem prescrição médica para para o seu bichinho.

Diarreia crônica em felinos:

Muitas vezes, a diarreia é sintoma de algum outro problema de saúde do bichano. Se a causa não for descoberta e bem tratada, o caso pode vir a se tornar crônico, sendo um problema mais grave para a saúde dele.

Para ser considerada crônica, a diarréia tem que ter duração de mais de dez dias. Na maioria das vezes, as fezes são caracterizadas pela cor escura e com presença de sangue.

Os gatos de raça pura são mais sensíveis que os vira-latas. Por isso diarreia nos gatos persas, por exemplo, pode ser muito comum. Pode ser causada por uma alteração na dieta, alguma situação de estresse, entre outras coisas. É importante ter em mente que tanto os vira-latas quanto os misturados também são propícios a distúrbios gastrointestinais, não apenas os de raça pura.

Diarreia nos gatos persas:

A diarreia não está, de fato, associada as raças. Mas, normalmente, os gatos de raça pura são mais sensíveis. Por isso, é comum que o sintoma seja mais frequente.

Como evitar a diarreia felina

Produtos lácteos devem ser evitados na dieta do felino. Quase todos gostam do sabor do leite e do iogurte, mas muitos animais adultos possuem intolerância à lactose. Eles não digerem a lactose, causando gases e diarreia por conta da fermentação.

Ao mudar a alimentação do seu bichano, faça a transição aos poucos. Vá misturando a marca antiga com a nova, para garantir que a transição seja suave. Aumente a quantidade da nova ração  aos poucos, até que misturar não seja mais necessário.

Existem muitas rações para animais com problemas gastrointestinais. Nos casos em que a diarreia não aparece em um episódio isolado, a utilização desse tipo de ração é recomendada. Consulte o veterinário para que ele possa indicar as melhores opções para gatos com diarreia.

E se não deu pra levar no médico?

Se não der pra levar seu pet com diarreia ao veterinário imediatamente, algumas medidas podem ser tomadas para controlar a situação até o dia da consulta.

Para combater a desidratação do bichano, é ideal administrar um soro de reidratação que são vendidos em lojas. Porém, o soro caseiro (sim, aquele tradicional) é uma alternativa para hidratação do seu pet. Não sabe a receita? A gente te conta:

  • 200ml de água fervida ou filtrada
  • 1 colher de sobremesa de açúcar
  • 1 pitada de sal

Remédio caseiro:

A abóbora é muito rica em fibra e é também uma excelente fonte de potássio (os animais com diarreia perdem muitos eletrólitos, incluindo potássio). Além disso, a abóbora é segura para animais diabéticos, ao contrário do arroz que, sendo um cereal, se transforma em açúcar. A abóbora também vai ajudar no restauro das células beta (células que produzem insulina no pâncreas).

Ração:

É possível encontrar diversas rações especializadas para gatinhos com problemas intestinais.

Já falamos sobre dores em gatos, Confira!

Quer receber dicas animais?

Melhores amigos sabem tudo um do outro :-) Inscreva-se e receba notícias, dicas e promoções. A gente adora contar novidades!

Selecione abaixo como quer compartilhar este conteúdo
Fechar Um e-mail foi enviado para você redefinir sua senha