CLIQUE AQUI E ANUNCIE GRÁTIS :: PETS E SERVIÇOS

Como tirar berne de cachorro?

Autor: Carolline Guarche
Categorizados em: Cachorros Saúde Tem pet
Como tirar berne de cachorro?

Quem já passou por isso sabe, o berne é muito desconfortável para o pet!

O Berne é a fase larval da mosca Dermatobia hominis, da família oestridae, também conhecida como mosca-berneira ou mosca-varejeira. Ela está presente em todos os estados brasileiros e tem como hospedeiros animais de sangue quente, ou seja, aves e mamíferos, principalmente aqueles que se encontram em zonas rurais

Sintomas:

Os principais sinais do berne são os nódulos na pele do pet feitos pelas larvas. O cachorro pode apresentar inflamação dessa zona e, inclusive, pus. Esse machucado pode provocar coceira e o fato do cão coçar pode levar a uma infecção secundária e ulcerações.

Como se pega?

A vida da mosca varejeira tem a duração de 24h, por isso ela não tem muito tempo para se reproduzir e proliferar os ovos. Para que a espécie seja perpetuada com mais eficiência, a varejeira deposita seus ovos em uma mosca comum. Esse inseto, por sua vez, acaba encontrando um mamífero e hospedando a larva no tecido subcutâneo do animal, que se desenvolve dentro do tecido vivo, fazendo uma espécie de “casa” dentro da pele. Por isso é comum haver um cão com berne em um lugar sem moscas varejeiras.

Normalmente qualquer ferida favorece a mosca procurar pelo cachorro, mas mesmo em pele totalmente saudável o processo acontece. Então, a larva entra na pele e forma uma espécie de casulo para se desenvolver se alimentando do tecido vivo e sangue do cão e respirando pelo buraco aberto. Se não forem retiradas, após 45 dicas caem e se tornam uma mosca. É fácil identificar a berne, pois ela respira por esse buraco bem visível na pele. Ele geralmente fica inflamado e alto.

Como tratar:

A melhor forma de acabar com Berne em cachorro é a remoção manual das larvas feita pelo médico veterinário, seguido do tratamento das feridas.

Geralmente, depois que a larva é removida, não existe infecção secundária e a ferida cura em uma semana. Por vezes, as infecções secundárias ocorrem porque as feridas atraem outros mosquitos e moscas para esse local e depositam mais ovos.

E em Humanos?

Pode ficar tranquilo, berne não passa para humanos! Apesar desta doença pode afetar humanos, ela não passa diretamente do cachorro para o ser humano. Para os humanos seres infectados com Berne, o processo é o mesmo que no cachorro: através da mosca varejeira.

Remédio caseiro:

Alguns fármacos têm sido usados para tratar a Berne, como a Ivermectina. Porém, o berne morto em cachorro provoca inflamação e as feridas não se curam tão facilmente.

Como tirar berne de cachorro:

Um dos melhores métodos que os veterinários utilizam para tirar berne de cachorro é a aplicação de parafina ou óleo mineral na região nodular, seguida da remoção manual das larvas. Por vezes, este método não é suficiente e o veterinário precisa remover cirurgicamente as larvas do cachorro.

Como evitar:

  • Muitos de casos de berne ocorrem como consequência da exposição das feridas a mosquitos e moscas. Assim, é essencial que você tenha muita atenção e examine diariamente o corpo do seu cachorro.
  • Evite que ele se envolva em brigas com outros cachorros.
  • Não descuide da higienização do ambiente do cachorro, de modo a evitar a presença de moscas.
  • É importante referir que os ovos podem ser depositados na roupa e as larvas são capazes de penetra-las.
  • Lave frequentemente a cama, mantas e outros tecidos com os quais os pets têm contato.

Consequências do Berne:

Além de ser extremamente incômoda para os animais, a larva da berne pode causar alguns problemas mais sérios do que o simples mal-estar dos bichos de estimação. Caracterizada pelo corpo mole e da cor clara, quando ainda não estão desenvolvidas, a larva da doença conta com uma série de pontinhos escuros em sua extensão. E são justamente, este pontinhos os grandes responsáveis pelos altos níveis de irritação em cães infectados.

Tendo em vista que cada ponto descrito representa é, na realidade, uma espécie de espinho basta que a larva se mexa sob a pele do animal para causar bastante desconforto na região. Junto com isso, o crescimento da larva também pode ser um fator a se levar em consideração. Dependendo do tamanho que ela atinge, pode causar muita dor no animal.

Consequências do mau tratamento:

Casos em que a larva não é retirada do corpo do animal corretamente ou em que ela estoure dentro da pele do cachorro, podem aumentar muitos os riscos que haja uma reinfestação no animal. Pois a ferida permanece aberta, exigindo uma série de tratamentos para excluir a complicação de maneira definitiva. Em algumas ocorrências, pode ser que o organismo dos próprios cães expulsem do seu corpo os resquícios que possam ter sobrado na pele. Entretanto, nem sempre isso acontece. Por isso, o uso de medicamentos específicos podem ser necessários para contornar o problema.  

Locais propícios:

Há uma série de condições que podem influir bastante no aparecimento da condições em seu pet. Locais abertos e bem arborizados, como sítios, parques e praças. Ambientes em que haja acesso fácil e alimentos, lugares com muitas comidas são ótimos para a postura de ovos e o crescimento de larvas de berne. As condições em que se encontram os alimentos em questão não influem tanto como se acredita, já que, nesse grupo de favores favoráveis à infecção podem ser incluídas tanto as comidas frescas como as velhas e estragadas.

Locais com acúmulo de sujeira ou onde as necessidades feitas pelos animais permanecem sem limpeza durante muito tempo.

Épocas do ano mais chuvosas e de clima quente.

Já falamos sobre a Febre em pets, Confira

— veja abaixo o resultado da busca ou refine sua pesquisa no painel esquerdo—

Filtrar
251 resultado(s)
70 resultado(s)

Qual dos FILTROS você quer usar?

Qual a faixa etária do pet?

Quer receber dicas animais?

Melhores amigos sabem tudo um do outro :-) Inscreva-se e receba notícias, dicas e promoções. A gente adora contar novidades!

Selecione abaixo como quer compartilhar este conteúdo
Fechar Um e-mail foi enviado para você redefinir sua senha