PARA ANUNCIAR CLIQUE AQUI | GRÁTIS :: PETS E SERVIÇOS

Moscas na orelha do cachorro? Aprenda a livrar-se delas!

Autor: Julia Freire
Categorizados em: Adulto Cachorros Dicas FIlhote Quer mais 1 Saúde Senior Tem pet
Moscas na orelha do cachorro? Aprenda a livrar-se delas!

Estamos na estação mais aguardada do ano, mas não tem jeito: verão = moscas. E não são apenas à nós que elas incomodam. Os cachorros sofrem com esses insetos, ainda mais porque eles amam ficar ao ar livre durante essa estação.

De acordo com um estudo publicado pelo Scientific Reports, uma mosca pode carregar cerca de 351 bactérias diferentes. Algumas delas  são desconhecidas e podem podem transmitir doenças aos bichinhos e até mesmo aos humanos. 

Os cachorros com orelhas pontudas sofrem ainda mais. O Pastor Alemão e o Husky Siberiano estão entre as raças mais vulneráveis à feridas causadas por moscas nas pontas das orelhas. Mas não só: as raças de orelhas caídas e de pelagem curta, como os Dobermans, Dálmatas e Mastins também estão suscetíveis às picadas dos insetos. É muito raro que gatos sofram desse problema.

Como as moscas se reproduzem?

mosca-domestica-pousada-planta

A espécie mais comum, a mosca doméstica, vive cerca de 30 dias em sua fase adulta. Ela chega a botar entre 500 e 800 ovos durante esse período. Elas costumam se proliferar em ambientes  com pouca luz solar, úmidos, que contenham lixo, fezes e substâncias fermentáveis. Os ovos depositados se chocam em até 24 horas, durante a primeira fase larval. Entre 8 e 10 dias, após completarem a segunda fase, se tornam moscas jovens.

Como espantar as moscas?

Simples: mantenha o ambiente limpo! Principalmente as áreas externas da casa. Não deixe dejetos e materiais orgânicos pelo quintal. Esse passo já diminui drasticamente  as chances dos insetos completarem seu ciclo de reprodução. O problema é que elas podem aparecer durante um passeio e se aproveitar de alguma ferida aberta que o cachorro possa ter.

Repelentes para moscas em cães

Os repelentes são ótimos aliados para evitar que as moscas cheguem em seu cão. Por isso, separamos uma receita de repelente caseiro para você espantar de vez as moscas de seu cão!

Ingredientes

  • 2 colheres de sopa de citronela
  • 100  ml de água
  • 100  ml  óleo de amêndoas
  • 200 ml de álcool

Modo de preparo

Ferva a citronela na água e coe e deixe esfriar. Depois disso, você deve misturar a solução no álcool e o óleo de amêndoas. Depois disso, coloque o conteúdo em um borrifador e espalhe pelo local de convivência do animal. Esta solução irá espantar as moscas do ambiente e de perto do cão!

Como tirar moscas do cachorro: de olho nas orelhas! 

As moscas são atraídas por odores fétidos e adocicados. Por isso, elas costumam picar as pontas das orelhas dos cachorros por eles possuírem uma pele mais fina nessa região, o que facilita a perfuração.

As picadas causam ferimentos que formam crostas de sangue coagulados nas orelhas dos bichos. Isso é muito dolorido para eles, que costumam balançar a cabeça na tentativa de parar o incômodo. Esse movimento, por sua vez, faz com que o sangramento no local aumente, causando outro problema chamado otohematoma. Isso acontece quando pequenos vasos da orelha estouram, formando um bolsa de sangue, e às vezes, pus.

Remédio caseiro para afastar moscas de cachorro

Outra solução caseira para espantar as moscas de uma vez por todas é o repelente caseiro para passar na pele do animal. Veja a receita:

Ingredientes

  • 250 ml de água
  • 10 cravos
  • 50 ml de óleo de amêndoas

Modo de Preparo 

Deixe os cravos mergulhados no álcool em um recipiente bem fechado por 3 dias, agitando-os de vez em quando. Depois disso, basta acrescentar o óleo e aplicar na pele do cachorro. Dê uma atenção especial para as orelhas e tome muito cuidado com os olhos e boca do animal. Além disso, não aplique o repelente na pele do animal caso haja feridas.

Como tratar as feridas?

O tratamento ideal deve ser orientado por um veterinário. Em alguns casos, podem ser recomendados o tratamento com unguento, enquanto lesões mais graves pedem pomadas com antibiótico, limpeza diária com soro fisiológico ou sabonete antisséptico. Para evitar que outras moscas incomodem o bicho, recomenda-se o uso de repelentes próprios para pets.

Com a preocupação em torno da febre amarela, muitas pessoas têm dúvidas se seus bichinhos podem pegar a doença. Leia mais aqui!

Quer receber dicas animais?

Melhores amigos sabem tudo um do outro :-) Inscreva-se e receba notícias, dicas e promoções. A gente adora contar novidades!

Selecione abaixo como quer compartilhar este conteúdo
Fechar Um e-mail foi enviado para você redefinir sua senha