PARA ANUNCIAR CLIQUE AQUI | GRÁTIS :: PETS E SERVIÇOS

Catarata em cachorro: conheça mais sobre a doença

Autor: Carolline Guarche
Categorizados em: Cachorros Saúde Tem pet
Catarata em cachorro: conheça mais sobre a doença

A catarata é uma doença muito comum, principalmente para os cães idosos, mas pode afetar qualquer raça e em qualquer idade. Confira mais sobre a doença e como tratar:

O que é a catarata?

A catarata é um dos principais fatores para a perda da visão em cães e gatos.

A doença é uma alteração nas lentes dos olhos, que são transparentes mas, aos poucos vão ficando esbranquiçadas, o que impede a passagem de luz.

A catarata pode surgiu em apenas um olho ou nos dois.

Como ela surge?

Existem vários motivos para o aparecimento da doença, como:

  • O animal pode nascer com a catarata, isto é chamado de doença congênita.
  • Problemas hereditários, que são passados de geração para geração.
  • Problemas traumáticos, que podem ocorrer após um machucado no olho.
  • Doenças metabólicas, como a diabetes.
  • Problemas nutricionais
  • Idade

Normalmente a causa mais comum da catarata em cachorros é o problema hereditário seguida pela diabetes.

A catarata pode surgir aos poucos, demorando até anos ou até desenvolver bem rápido.

Além disso, a doença acaba causando outros desconfortos, além da perda de visão, como glaucoma secundário e inflamação crônica intraocular.

É catarata mesmo?

Existe uma doença chamada esclerose nuclear, ela costuma aparecer conforme a idade do animal. Assim como a catarata, os olhos ficam opacos.

A doença não causa a perda de visão e o médico veterinário é o único que poderá dar o diagnóstico.

E os gatos, podem ter?

A catarata nos felinos ocorre com menor frequência. Mas, assim como os cães, ela está associada ao envelhecimento, inflamações intra-oculares ou diabetes.

Quais são as raças mais propensas?

Qual é o tratamento da catarata em cachorro?

O único tratamento para a catarata é a cirurgia.

Como funciona a cirurgia?

A cirurgia é tranquila, e devolve a visão em 95% dos casos, mas isso também vai depender do pré e pós operatório.

A cirurgia não é obrigatória, mas vai melhorar, e muito, a qualidade de vida do seu cãozinho!

Existem alguns exames que precisam ser feitos antes da cirurgia , como:

  • Eletrorretinograma
  • Ultrassonografia
  • Pressão intra-ocular
  • Avaliação do grau da catarata

Além disso, também são necessários outros exames mais comuns, como hemograma, perfil bioquímico, eletrocardiograma e urinálise.

Outros análises podem ser solicitados, mas isso irá depender do paciente.

Já falamos sobre os cuidados com cães idosos, Confira!

Quer receber dicas animais?

Melhores amigos sabem tudo um do outro :-) Inscreva-se e receba notícias, dicas e promoções. A gente adora contar novidades!

Selecione abaixo como quer compartilhar este conteúdo
Fechar Um e-mail foi enviado para você redefinir sua senha