CLIQUE AQUI E ANUNCIE GRÁTIS :: PETS E SERVIÇOS

Cachorro sente calor? Conheça 14 cuidados necessários para o verão

Autor: Nathalia Perone
Categorizados em: Cachorros Lifestyle Quer mais 1 Saúde Tem pet
Cachorro sente calor? Conheça 14 cuidados necessários para o verão

Sim, cachorro sente muito calor! Com a notícia do falecimento do Buldogue Francês no dia 10 de janeiro, no Rio de Janeiro,  muitos tutores estão com medo do mal que o calor pode fazer aos cachorrinhos.

De fato, é necessário tomar alguns cuidados com a saúde do animal nesta temporada de calor intenso. Por isso, separamos algumas dicas para não passar apuros neste verão. Confira!

1. Atenção dobrada aos focinhos curtos

Você já deve ter ouvido falar que o Buldogue pode ter muitos problemas respiratórios. Sim, é verdade! Raças com o focinho achatado, os braquicefálicos, têm dificuldade para respirar. Com o calor intenso e a baixa umidade do ar, este problema pode aumentar. A dica é diminuir os exercícios físicos e, se possível, utilizar um umidificador de ar nos ambientes de convivência do animal.

2. Cuidado com a temperatura do carro

O carro é como uma estufa, pois armazena calor em seu interior. A sensação térmica dentro do automóvel pode ser muito superior ao clima do ambiente externo. Por isso, nada de deixar o bichinho dentro do carro na hora de fazer aquelas comprinhas. Além do ambiente fechado impedir a troca de ar, o calor pode se tornar insuportável para o animal.

3. Mantenha o ambiente fresco

Quem não gosta de um bom ventilador quando o assunto é calor, que atire a primeira pedra. Assim como nós, os cãezinhos também merecem se refrescar. Por isso, sempre mantenha o ambiente fresco e arejado.

Mas, atenção: se optar pelo ar condicionado, não deixe a temperatura muito baixa. O ideal é que o ambiente fique fresco e não gelado.

4. Passeio de cachorro: cuidado com as saidinhas fora de horário

Programe-se para levar o cão para passear em horários que o calor está menos intenso. Isto é: até 10h da manhã e depois das 16h. No horário de verão, o ideal é que o passeio aconteça até 11h e depois das 17h. Assim, problemas como asfalto quente diminuem, e muito. Além, de problemas como desidratação e queimaduras de pele.

5. De olho no cachorro obeso

Se o seu cachorrinho está acima do peso, é melhor dar uma atençãozinha especial para ele. Pois, cães obesos podem ter problemas cardiorespiratórios, por exemplo. E, podem passar mal em temperaturas mais altas por conta da pressão baixa.

6. Água nunca é demais

O primeiro ponto é: seu cachorro precisa tomar água com frequência. Com as altas temperaturas, é normal que o corpo elimine mais líquido. Por isso, é necessário que essa água seja reposta.

Se o peludo não toma muita água, é importante pensar em estratégias para incentivá-lo. Espalhar potes de água pela casa e investir em um bebedouro de corrente podem ser boas alternativas para que ele beba água.

Um truque bem legal é colocar pedras de gelo no pote de água, assim, ele irá se divertir com as pedrinhas de gelo. Mas fique de olho para ele não engasgar.

Não esqueça de levar água para os passeios!

7. Cachorro tem insolação!

O sol intenso pode ser muito prejudicial para a saúde do animal. Dentre os problemas que as altas temperaturas podem causar no cachorro, a insolação é uma das mais comuns.

Elas acontecem quando o animal é exposto por longos períodos ao sol. Por isso, garanta sempre que o animal terá um local fresco e arejado e acesso fácil à água.

Os principais sintomas são: vômito, diarréia, cansaço extremo seguido de fraqueza e tontura, respiração ofegante, gengivas avermelhadas, saliva mais espessa que o normal, calafrios e febre. Em casos extremos, pode levar ao coma.

Caso perceba que o seu bichinho apresenta alguns sintomas, procure um veterinário imediatamente.

O tratamento é feito com soro, para repor o líquido perdido e o tratamento para amenizar os sintomas.

8. Use e abuse do protetor solar para cães

Assim como nós, humanos, os cachorros também queimam a pele quando expostos ao sol. Algumas raças possuem a pelagem própria para não absorver as altas temperaturas. Mas, em geral, o cachorro pode ter queimaduras solares.

O protetor solar é uma ótima opção neste verão e não deve ser utilizado apenas nos passeios.

Isto porque, o produto protege a pele e os pelos do animal dos raios UV, grandes causadores do câncer de pele. Existe a versão em creme e em spray.  Este sim é um ótimo investimento, vale a pena testar.

9. Escolha bem a focinheira para cachorro

Alguns modelos de focinheiras imobilizam o maxilar do animal. E aí mora o perigo: pois, no calor o cachorro pode ficar mais ofegante durante o passeio e terá problemas se não conseguir puxar o ar pela boca. Se for indispensável o uso do acessório, prefira as que envolvem o focinho sem imobilizá-lo.

10. Que tal tosar o cachorro?

Cães de pelo longo podem sentir muito calor no verão. Pois, os pelos aquecem ainda mais o animal, ainda mais quando exposto ao sol. Por isso, aproveite para dar um tapa no visual do bichinho e leve-o para tosar. Além do novo visual, com certeza ele vai sofrer bem menos com as altas temperaturas.

11. Uma alimentação saudável para cães faz toda a diferença

No calor o cão sua mais e perde mais líquidos. E, assim como beber água, manter uma alimentação saudável e equilibrada faz toda a diferença. Pois, além de garantir a energia necessária para enfrentar o calorão, a alimentação também pode auxiliar na reposição de líquidos no corpo. Opte por refeições úmidas no verão.

12. As patinhas podem queimar

Uma coisa que acabamos esquecendo de fazer, é verificar a temperatura do solo, antes de levar o pet para passear. Imagine você andando descalço no asfalto quente. Não é uma sensação muito agradável, não é mesmo? As patinhas do cachorro são sensíveis e não aguentam altas temperaturas. Este descuido pode ocasionar queimaduras graves nas patas.

13. Que banho bom!

No verão você pode caprichar no banho. Ainda mais se o seu cão gosta deste momento. Você pode deixar a água de morna a fria para refrescar. E cuidado com o desperdício, ok?

14. Visitinhas ao veterinário

No calor, o pet pode desenvolver algumas doenças ou agravá-las. Por isso, leve-o ao veterinário com frequência. É sempre bom ter o check-up do seu cachorro em dia.

Já falamos sobre desidratação. Leia nosso artigo!

Cadastrando o seu e-mail na nossa newsletter você recebe conteúdos exclusivos.

Cachorro sente calor? Conheça 14 cuidados necessários para o verão
autor

Nathalia Perone

Jornalista, apaixonada por animais. Mãe do terrível Nicolas (Nick para os mais íntimos), um poodle branco que é só amor. Em seu tempo livre, adora parques, uma boa conversa entre amigos e cantar no chuveiro.

— veja abaixo o resultado da busca ou refine sua pesquisa no painel esquerdo—

Filtrar
263 resultado(s)
40 resultado(s)

Qual dos FILTROS você quer usar?

Qual a faixa etária do pet?

Quer receber dicas animais?

Melhores amigos sabem tudo um do outro :-) Inscreva-se e receba notícias, dicas e promoções. A gente adora contar novidades!

Selecione abaixo como quer compartilhar este conteúdo
Fechar Um e-mail foi enviado para você redefinir sua senha