PARA ANUNCIAR CLIQUE AQUI | GRÁTIS :: PETS E SERVIÇOS

As diferentes vacinas para seu pet

Autor: Carolline Guarche
Categorizados em: Adulto Cachorros FIlhote Gatos Quer mais 1 Saúde Senior Tem pet
As diferentes vacinas para seu pet

É importante cuidar da saúde dos nossos animais de estimação fazendo o controle das vacinas periódicas. Assim, as vacinas reforçam o sistema imunológico dos nossos pets a medida que eles crescem.

O controle correto das vacinas é essencial para prevenir doenças. Por isso, saiba quais vacinas devem ser aplicadas nos cães e gatos e quais doenças elas previnem. Procure um veterinário para medicar os pets.

O que são as vacinas?

As vacinas são antígenos, assim, produzem anticorpos que estimulam o sistema imunológico. Podemos entender a vacina como o mesmo vírus da doença enfraquecido, sem que ele possa provocar mal ao animal. Entretanto, o efeito é temporário. Por isso é preciso ficar atento ao tempo de vencimento durante toda a vida do animal. Sendo preciso seguir as datas corretas da vacinação para o efeito adequado.

No Brasil, o governo não obriga a vacinação, exceto a da raiva ou em situações especiais, como em viagens.

Tipos de vacina

  • Vacina inativadas: Que são produzidas com o vírus inativo, o vírus morto. A vantagem das vacinas inativadas é a ausência do poder infeccioso do agente, mantendo sua característica imunológica. Ou seja, essa vacina não provoca a doença, mas tem a capacidade de induzir proteção, estimulando os anticorpos.
  • Vacinas recombinantes: São produzidas extraindo do vírus apenas as informações genéticas para que o organismo reconheça a doença. Na fabricação da vacina, são eliminados genes que não são essenciais para a replicação do vírus, em seguida são introduzidos os genes de outro vírus, o resultado é um vírus recombinante que ativa o antígeno, que é a substância que irá induzir a produção de anticorpos.
  • Vacinas Atenuadas: São produzidas com o vírus vivo, obtido de um animal infectado. São atenuadas por passagens sucessivas em meios de cultura ou culturas celulares, o que diminui o poder infeccioso. 

Quando vacinar?

Assim que o pet completar 2 meses, a vacina necessária é a Óctupla, que previne a cinomose, coronavirose, hepatite (Adenovirose I), Adenovirose II, leptospiroses, parvovirose e parainfluenza. As doses adicionais devem ser dadas aos 3 e 4 meses. Após esse período, o animal deve ser vacinado aos 6 meses contra a raiva e antirrábica.

Quais vacinas são importantes?

As vacinas mais importantes são a óctupla e a antirrábica. Além disso, essas vacinas devem ser reaplicadas anualmente.

Quais doenças precisam de vacinas?

  • Cinomose: Uma virose grave, podendo evoluir e chegar a paralisia. levando o animal a óbito.
  • Hepatite infecciosa: Causada por um vírus infeccioso que afeta o fígado. essa doença desenvolve rapidamente e é muito agressiva.
  • Parvovirose: Causada por um vírus que, sobrevive no ambiente por muitos meses, provoca diarreia com sangue e pode ser fatal.
  • Adenovirose: Podem ter consequências graves, este vírus pode causar além de hepatite, tosse dos canis e outras doenças que acabam levando a morte.
  • Coronavirose: Conhecida como gastroenterite contagiosa canina, é causada por um vírus parecido com o da parvovirose. podendo levar o animal a uma infecção aguda.
  • Parainfluenza: Um vírus altamente contagioso entre os cães, causando doenças respiratórias. Pode ser confundida com a tosse dos canis
  • leptospirose: Uma infecção bacteriana que é transmitida pelos ratos. Em geral, a contaminação é através da água.
  • Giardíase: É uma infecção intestinal e é transmissível ao homem.
  • Tosse dos canis: É uma gripe em cães altamente contagiosa.

Principais vacinas para cães:

A vacina óctupla, Anti-rábica e a contra giardíase.

Principais vacinas para gatos:

Vacina Quíntupla, conhecida como V5, previne as doenças: Rinotraqueíte viral felina, Calicivirose felina, Panleucopenia felina, Clamidiose felina e Leucemia felina. Deve ser dada em 3 doses, a primeira quando o gato tiver 60 dias (2 meses)  a segunda com 90 dias (3 meses) e uma aos 120 dias (4 meses). A vacina deve ser reforçada anualmente.

Vacina Antirrábica, obrigatória por lei, previne o gato contra a raiva. Sendo assim, deve ser administrada uma semana após a terceira dose da vacina quíntupla. Reforçando anualmente

Além disso, as vacinas tríplice e quádrupla, mais conhecidas como V3 e V4, podem ser consideradas.

A V3 previne os gatos contra Panleucopenia, Rinotraqueíte e Calicivirose. Enquanto a V4 previne contra todos os antígenos contidos na V3 e, inclui ainda, a proteção contra Clamidiose.

Efeitos colaterais:

Os sintomas provocados pela vacina podem ir desde o aparecimento de dores, coceira, inflamação, inchaço, etc.

Além disso, podem ocorrer danos gastrointestinais, gripes, doenças respiratórias ou de pele.

Sendo assim, não exponha o animal a outros até completar o ciclo de vacinação. Os cães somente estarão imunizados após 15 dias da aplicação da última dose, já os gatos, é preciso esperar uma semana após a última aplicação da vacina. Os pets devem estar saudáveis para a vacinação.

Confira o nosso esquema de vacinação: 

Os diferentes tipos de vacinas para seu pet

Os diferentes tipos de vacinas para seu pet

Já falamos sobre diabetes nos pets, confira

Quer receber dicas animais?

Melhores amigos sabem tudo um do outro :-) Inscreva-se e receba notícias, dicas e promoções. A gente adora contar novidades!

Selecione abaixo como quer compartilhar este conteúdo
Fechar Um e-mail foi enviado para você redefinir sua senha