PARA ANUNCIAR CLIQUE AQUI | GRÁTIS :: PETS E SERVIÇOS

Como montar um hotel para cachorro e gato

Autor: Nathalia Perone
Categorizados em: Adulto Cachorros Dicas FIlhote Gatos Mercado Não tem pet Quer mais 1 Senior Tem pet
Como montar um hotel para cachorro e gato

Já foi viajar e não sabia onde deixar seu bichinho? Nem sempre a família e os amigos estão disponíveis para ficar com o animal. E aí surge uma grande oportunidade para você, que tem espírito de empreendedor: que tal montar um hotel para cachorrinhos e gatinhos? Se liga no que preparamos para você!

O mercado

Em 2018 fomos o terceiro maior país do mundo no ranking de faturamento no mercado pet. O progresso é explicado pelas mudanças no comportamento dos tutores em relação aos animais. Uma pesquisa realizada pela Qualibest em 2017 revela que 72% dos consumidores do mercado trata o pet como um familiar.

Hotel para cachorro e gato: como montar sem gastar tanto

O investimento vai depender do tamanho do hotel e os serviços que você irá oferecer. Para começar, hospedagem, alimentação e banho podem ser uma boa pedida.

Uma forma de economizar é contratar um dog walker ao invés de oferecer um espaço para recreação.

Equipamentos necessários

Um hotel pode ter milhares de equipamentos diferentes para o bem estar e até recreação do animal. Mas, para começar, você pode investir em uma lista básica de itens e conforme o negócio for expandindo, adquirir outros produtos.

Nós listamos alguns itens básicos que não podem faltar em seu hotel, veja só:

Preço e diferenciais

Para definir o preço é preciso pensar nos serviços que o hotel oferecerá. Além da hospedagem, serviço de banho, taxi dog e dog walker podem ser diferenciais bem legais para oferecer ao cliente. Já a assistência veterinária emergencial é obrigatória.

Você deve levar em conta os custos que você terá com o animal no período de hospedagem. Além disso, estudar os concorrentes é muito importante na hora de precificar seu serviço. Se o valor estiver muito acima do mercado, é possível que não atraia muitos clientes. E, se estiver muito abaixo, pode passar a impressão de que o serviço não tem qualidade.

O ideal é manter a média de preço do mercado, sempre buscando um diferencial para se destacar e atrair uma boa clientela. Mas, uma boa consulta aos universitários, pode ser uma boa. O Sebrae, por exemplo, dá consultoria para novos empreendedores.

A hospedagem

Não precisamos falar que os bichinhos devem ser muito bem tratados, não é mesmo? Um tutor que contrata os serviços de hotelzinho busca a melhor experiência para seu pet. Por isso, o ambiente deve ser repleto de amor, carinho e muita atenção.

Não ultrapasse o número de hóspedes que o local comporta e que você dará conta de cuidar e dar muita atenção.

Além disso, cuide da relação entre os animais. Alguns pets podem não socializar muito bem.

Burocracias e tudo mais

Com toda essa energia positiva, não se esqueça do contrato de prestação de serviços e ficha de saúde do animal. Além disso, pegue seu número de whatsapp e envie fotos do bichinho em suas atividades. Isso passa confiança ao tutor e fideliza o cliente.

Quer conhecer um pouco mais o mercado pet? Leia nosso artigo

Como montar um hotel para cachorro e gato
autor

Nathalia Perone

Jornalista, apaixonada por animais. Mãe do terrível Nicolas (Nick para os mais íntimos), um poodle branco que é só amor. Em seu tempo livre, adora parques, uma boa conversa entre amigos e cantar no chuveiro.

Quer receber dicas animais?

Melhores amigos sabem tudo um do outro :-) Inscreva-se e receba notícias, dicas e promoções. A gente adora contar novidades!

Selecione abaixo como quer compartilhar este conteúdo
Fechar Um e-mail foi enviado para você redefinir sua senha