PARA ANUNCIAR CLIQUE AQUI | GRÁTIS :: PETS E SERVIÇOS

Como o lixo afeta os animais de rua?

Autor: Nathalia Perone
Categorizados em: Cachorros Gatos Lifestyle Não tem pet Quer mais 1 Saúde Tem pet
Como o lixo afeta os animais de rua?

Que o lixo descartado inadequadamente é extremamente prejudicial ao homem e aos animais marinhos já sabemos. Mas, sabe aquele que é levado para fora de casa e exposto na calçada aguardando a chegada da coleta? Você sabia que ele pode intoxicar um cãozinho de rua. Saiba como o lixo afeta os animais de rua.

Por que os animais de rua rasgam os sacos de lixo?

Fica muito mais fácil dos gatos e cachorros terem acesso aos sacos de lixo, em busca de alimentação, se eles não estiverem bem fechados. Esses bichinhos só vão abrir lixo se ele tiver cheiro de carne ou de alguma comida já cozida.

Como o lixo afeta os animais?

Aos rasgar o lixo em busca de alimento, os bichinhos correm um grande risco. Além do lixo doméstico ter inúmeras bactérias, quase sempre há algo estragado, que leva a alguma intoxicação alimentar e até mesmo morte dos animaizinhos.

Os alimentos estragados não são o único ponto. Ainda há o risco de os bichos encontrarem objetos pontiagudos como plásticos mais resistentes e vidro que poderão causar graves ferimentos nos pets.

A situação não é perigosa somente para os animais de rua. Ao passear com nossos pets na calçada, imaginando que eles estão seguros. Mas, podemos não perceber objetos descartados incorretamente, que podem fazer cortes profundos nas patinhas. Além do mais, ainda há o risco de o bichinho pegar tétano e outras doenças causadas por fungos e bactérias.

Mas, qual a solução?

A melhor forma de contribuir para que essa situação não ocorra mais, é evitar que os animais alcancem o conteúdo dos lixos, usando sempre lixeiras altas. Além do mais, forre os sacos plásticos com materiais que disfarcem o cheiro de comida, como o papelão, que vai se decompor mais facilmente e não prejudicar tanto o meio ambiente, se usado da maneira adequada.

É muito importante que os cacos de vidro e objetos pontiagudos em geral sejam envolvidos em jornal para que não cause risco de acidentes para os animais e até mesmo para os humanos, especialmente aos coletores de lixo e os garis.

Reciclagem

Por último, mas não menos importante: considerar a ideia da reciclagem! Tornando a coleta seletiva uma rotina, muitos desses problemas deixam de existir. E, é mais fácil do que parece: você só precisa entrar em contato com a prefeitura do seu município – em cidades grandes, cada bairro tem uma subprefeitura – pode ser por meio do site ou telefone e se informar sobre qual dia da semana passa o carro da reciclagem na sua rua.

Você pode solicitar o serviço para seu bairro, caso não tenha. Pois, o município tem essa responsabilidade. Dessa forma, cada dia fica mais simples a convivência em harmonia dos animais e seres humanos!

Passeando com o pet sem riscos

Evite sair com o pet em locais que você não conhece, assim, é mais difícil encontrar surpresas cortantes pelas calçadas. Observe previamente os locais por onde você anda geralmente com o bichinho. Assim, saberá se o ambiente é adequado, se está limpo ou se existe algum rastro de sujeira ou perigos na calçada.

Untitled-design-2020-10-31T181041.611

Uma boa opção para evitar machucados são os tênis. Isso mesmo! Os calçados para os pets podem ser bem interessantes, já que protegem as patinhas dos objetos cortantes e previnem de possíveis queimaduras nas patas devido ao asfalto quente nos dias mais ensolarados.

Cachorro pode ser vegano ou vegetariano? Leia nosso artigo para saber.

Quer receber dicas animais?

Melhores amigos sabem tudo um do outro :-) Inscreva-se e receba notícias, dicas e promoções. A gente adora contar novidades!

Selecione abaixo como quer compartilhar este conteúdo
Fechar Um e-mail foi enviado para você redefinir sua senha