PARA ANUNCIAR CLIQUE AQUI | GRÁTIS :: PETS E SERVIÇOS

Saiba como cuidar de gatos idosos

Autor: Carolline Guarche
Categorizados em: Dicas Gatos Senior Tem pet
Saiba como cuidar de gatos idosos

Os gatos começam a ficar idosos a partir dos 7 anos. É comum que eles não façam mais as coisas como antes, principalmente as necessidades. Alguns felinos começam até a ter novos comportamentos. Por isso separamos algumas dicas e cuidados para ter com o seu velhinho! Confira:

Doença dos gatos idosos:

Com a idade, os órgãos, músculos e ossos do gato não agem da mesma fora. Por isso, alguns gatinhos possuem dores nas articulações e podem ter dificuldades para usar a caixa de areia ou se limparem, por exemplo.

Além disso, existem alguns problemas de saúde que os gatos podem ter, veja a seguir

Bico de papagaio:

Os gatos idosos podem ter dificuldade para pular em locais mais altos, mas, quando o animal apresenta o bico de papagaio, a dor é intensa. Em casos mais graves, o felino cruza as patas ao andar, chamado de incoordenação dos membros. Em alguns casos, podem não conseguir mais andar.

Acúmulo de tártaro:

O acúmulo de tártaro pode ser grave, os felinos podem até perder os dentinhos.

É importante prevenir que o tártaro se acumule, por isso leve-o ao veterinário desde cedo, para a escovação.

Mas, se você notar que o gatinho anda com mal-hálito e com os dentes amarelados leve-o ao veterinário, pois pode ser o tártaro!

Doenças cardíacas:

Os problemas cardíacos são comum com a idade, mas é preciso ficar atento, pois alguns gatos não apresentam os sinais clínicos.

É importante ficar atento a qualquer sinal:

  • Cansaço anormal
  • Tosse
  • Respiração Ofegante

Se você perceber algum desses sintomas, leve o felino ao veterinário.

Problemas intestinais e urinários:

Os gatos idosos costumam dormir mais e se movimentar menos, por isso, é comum que eles façam suas necessidades em qualquer lugar.  

É preciso ficar atento pois o caso pode agravar e virar uma doença.

Por isso é importante levar o animal ao veterinário com frequência.

Os problemas intestinais e urinários mais comuns são:

  • Colite: é uma inflamação do intestino grosso;
  • Doença inflamatória intestinal: é um conjunto de doenças gastrointestinais;
  • Insuficiência renal: é a perda das funções do rim;
  • Doença dos sacos anais: é uma inflamação dos sacos, o que pode levar um grande desconforto para o gato ao defecar;

Além disso, gatos idoso podem ter outras doenças que são muito comuns. Veja:

Câncer:

O câncer pode aparecer a qualquer momento, mas as chances se agravam com o passar da idade.

A doença não tem cura, porém, se for diagnosticada cedo, pode ser tratada.

Leve o gatinho com frequência ao veterinário e faça os check ups.

Artrite:

A artrite é muito comum nos gatos idosos. Uma inflamação nas articulações, a doença causa uma dor muito forte, impedindo o gatinho de pular ou até mesmo andar.

Os felinos costumam ficar bravos quando a dor surge. Esta condição é mais frequente nos cotovelos e quadril e pode agravar caso o felino fique obeso.

Obesidade:

Como as funções do gatinho não é mais a mesma, é comum que eles engordem. Mas, isso pode acarretar a obesidade, por isso, fique atento a alimentação do pet!

Ração para gatos idosos:

Os gatos idosos aparentam ser jovens e saudáveis, mas na verdade, eles precisam de cuidados redobrados. Por isso, a mudança na alimentação é muito importante.

O gatinho precisa passar ao veterinário para adequar as suas refeições, seja para a sênior ou Light.

Este tipo de ração é indicado aos felinos que acabam engordando com o envelhecimento.

Comportamento dos gatos idosos:

Alguns felinos passam a se lamber com menos frequência, deixar de subir nos móveis e até miar mais alto.

Não se sabe ao certo o por quê, mas alguns animais se sentem perdidos e por isso tentam emitir sons mais altos para se localizar.

Além disso, alguns gatinhos podem perder o apetite e diminuir a ingestão de água, fique de olho e a qualquer mudança, leve ao veterinário

Como cuidar de gato idoso?

Os gatinhos idosos sentem mais frio, por isso coloque um cobertor para eles!

Além disso, encoraje-o a brincar, mas respeite suas limitações.

Alguns gatos podem ficar surdos ou cegos, isso exigirá cuidados mais específicos.

Sempre fique de olho, e a qualquer comportamento diferente, leve o animal ao veterinário.

Já falamos sobre a ração de gatos, Confira

Quer receber dicas animais?

Melhores amigos sabem tudo um do outro :-) Inscreva-se e receba notícias, dicas e promoções. A gente adora contar novidades!

Selecione abaixo como quer compartilhar este conteúdo
Fechar Um e-mail foi enviado para você redefinir sua senha