PARA ANUNCIAR CLIQUE AQUI | GRÁTIS :: PETS E SERVIÇOS

O que fazer quando o cachorro engasga com osso ou outros alimentos?

Autor: Nathalia Perone
Categorizados em: Alimentação Cachorros Dicas Saúde
O que fazer quando o cachorro engasga com osso ou outros alimentos?

Muitas situações do dia a dia podem ser perigosas para os cachorros. Principalmente quando nos referimos aos engasgos. Os cães não têm noção de como pode ser arriscado quando colocam algum pequeno objeto na boca, e muito menos o que isso pode causar, se ingerido. É muito comum que os tutores deem ossinhos aos cães, por exemplo. Entretanto, essa é uma prática muito perigosa para o animal.

Você sabe o que fazer se o seu cão engasgar? Nós separamos algumas dicas para você não ser pego desprevenido em um momento tão desesperador quanto um engasgo.

Cachorro engasgado

O engasgo é uma obstrução das vias aéreas do animal por intermédio de um alimento ou um objeto estranho. Isso pode ser muito comum entre os cães, pois, na maioria das vezes eles agem por impulso, principalmente quando nos referimos aos famosos petiscos.

Ao estimular o animal a pedir e querer comer algo, estamos fazendo com que ele acredite que, se não abocanhar aquela delícia naquele momento, não terá mais. E, por isso, muitas vezes ele acaba não mastigando corretamente a comida.

Com as vias aéreas congestionadas, o corpo não consegue levar oxigênio ao cérebro e, poucos minutos sem o socorro adequado, podem ser suficientes para deixar graves consequências ou até mesmo levar o animal ao óbito.

Engasgo x Colapso de traqueia

Muito comum entre os cães de pequeno porte na fase adulta, o colapso de traqueia é uma contração do órgão que dificulta a passagem do ar. Isso faz com que o animal sinta dificuldade ao respirar e acabe fazendo barulhos muito parecidos com o de um engasgo.

Como saber se o cachorro está engasgado?

Alguns sinais podem indicar se um cão está engasgado, dentre eles estão: tosse sem parar, levar a pata até a boca, salivação excessiva, gengivas com tons azulados, roxos ou esbranquiçados, dificuldade para respirar e até mesmo choro, caso o objeto obstrutor esteja machucando a garganta.

Quando o cachorro engasga: o que fazer?

Caso perceba que o cão está realmente engasgado, você precisará ser ágil para evitar consequências graves. Você tem duas opções: correr para o veterinário, desde que o consultório seja extremamente perto. Até porque, dez minutos de engasgo constante podem ser o suficiente para uma parada cardiorrespiratória.

Mas, se você conseguir encontrar o objeto que está causando a obstrução, pode tentar ajudar o animal a expeli-lo. A primeira tentativa é com as mãos, caso o alimento ou objeto esteja superficial. Outra alternativa é pegar o cão no colo de cabeça para baixo e sacudi-lo para que o alimento saia de sua garganta.  Se o cão for de grande porte, o procedimento deve ser feito com as duas patas dianteiras apoiadas no chão.

Manobra de Heimlich em cachorro

A Manobra de Heimlich é muito comum para o socorro de humanos vítimas de engasgo. Pois, é uma técnica muito eficaz, apesar da necessidade de conhecimento prévio.

Da mesma forma, esse método também pode funcionar com o animal. Mas, deve ser executada da forma correta, para evitar consequências graves, como a fratura de uma costela do cachorrinho.

O movimento consiste em abraçar o animal pelas costas e posicionar as duas mãos no centro do abdômen, abaixo da costela. Após, a pessoa deve pressionar a região para cima, com a finalidade de expelir o obstrutor da garganta do cachorro.

Entretanto, se você não estiver cem porcento seguro de que consegue realizar a manobra, e as outras dicas não resolveram, você deve procurar imediatamente um veterinário.

Cachorro com engasgo constante

Cães que engasgam constantemente devem ser levados ao veterinário, pois podem apresentar algum problema de saúde, como o refluxo. Apenas um veterinário saberá como tratar o cão, de acordo com o seu caso.

Cães muito ansiosos podem ter dificuldade para mastigar o alimento, por isso, momentos antes das refeições do pet, faça um bom cafuné e evite brincadeiras muito agitadas. Quando o cão fica muito elétrico, pode acabar descontando na comida, não mastigando direito.

Cachorro engasgado com osso

Definitivamente, osso não é alimento para o cão. De fato, a mandíbula do animal é capaz de triturar os ossos. E, o ato de roer pode ser muito benéfico para o animal. Mas, para isso, procure ossos de couro sintéticos ou brinquedinhos que possam aliviar a tensão do pet sem coloca-lo em uma situação de risco.

Aprenda a montar o kit primeiros socorros de seu bichinho. Leia nosso artigo!

Quer receber dicas animais?

Melhores amigos sabem tudo um do outro :-) Inscreva-se e receba notícias, dicas e promoções. A gente adora contar novidades!

Selecione abaixo como quer compartilhar este conteúdo
Fechar Um e-mail foi enviado para você redefinir sua senha