PARA ANUNCIAR CLIQUE AQUI | GRÁTIS :: PETS E SERVIÇOS

Dog walker: suas principais dúvidas respondidas!

Autor: Julia Freire
Categorizados em: Adulto Cachorros Comportamento Dicas FIlhote Lifestyle Não tem pet Quer mais 1 Senior Tem pet
Dog walker: suas principais dúvidas respondidas!

Quando se trata do nosso amigão, fazemos o possível e o impossível para mantê-lo saudável. A atividade física é uma das melhores maneiras de garantir que ele esteja com a saúde em dia. Além disso, os esportes deixam os pets mais felizes e relaxados. Muitos problemas como agressividade ou depressão canina podem ser resolvidos fazendo o pet exercitar-se. Porém, com a vida corrida, nem sempre conseguimos levá-los para passear. Para facilitar as nossas vidas, existe o trabalho de dog walker, também conhecido como passeador de cachorro.

dog-walker

O que faz um dog walker?

Basicamente, o trabalho de um dog walker consiste em levar o pet para passear. O profissional geralmente busca e devolve o cachorro na casa do tutor e certifica-se de que o pet tenha consumido comida e água o suficiente.

Um dog walker deve saber manter o controle dos cachorros, já que eles passeiam com vários bichos de uma vez. Estar preparado para uma possível briga entre os animais é fundamental.

Quanto custa esse serviço?

Passeadores mais experientes costumam cobrar entre R$600,00 e R$700,00 por cachorro em média, para um passeio de 1h por dia, de segunda a sexta. O valor pode variar de acordo com a localidade do tutor e da frequência de passeios. Alguns profissionais fazem pacotes adicionais de adestramento e o valor é combinado com o tutor.

Como escolher um dog walker?

Escolher alguém para passar um tempo com seu pet é um pouco difícil. Mas, por mais que você se sinta inseguro, saiba que estes profissionais são preparados e formados para isso.

No momento de selecionar o dog walker, procure referencias sobre a pessoa. Ouça os outros clientes. Existem pet shops e adestradores que fornecem estes serviços. Além disso, pergunte bastante. Com certeza você vai querer saber como o profissional agrupa os pets. Existem raças que não se dão muito bem entre si, e isso deve ser levado em consideração. Ainda sobre as especificidades, algumas raças são mais propensas que outras ao esporte. O dog walker saberá orientá-lo sobre a melhor frequencia de caminhada para seu cão. Questione sobre suas habilidades  de adestramento. A forma como ele comanda os animais é muito relevante.

Verifique os horários disponíveis para os passeios e priorize os momentos que o sol não está tão forte. Pois, você não vai querer que o cãozinho sinta-se mal ou então queime as patinhas. É importante que o profissional preocupe-se com a hidratação e alimentação de seu pet. Pois, a atividade física o deixará com fome e sede.

Se possível, faça um passeio junto com o dog walker e observe a reação do cão com o passeador. Este primeiro contato é muito importante para sua decisão. Sempre observe o comportamento do cãozinho para saber se está fazendo bem para ele. Se ele fica feliz quando está indo passear, é sinal de que o passeador está se saindo muito bem.  Confira nossos anúncios de Dog Walker!

Como se tornar um dog walker?

No país existem diversas instituições que oferecem cursos, tanto presenciais quanto online. Antes de começar o curso, visite as instituições, converse com os professores e tire todas as suas dúvidas. Se optar pela modalidade online, procure por grupos da instituição nas redes sociais para conversar com outros alunos e ex-alunos. Dessa forma, você saberá se realmente quer seguir essa profissão.

Além disso, é recomendado que o profissional procure outros cursos mais específicos. Isso porque existem dog walkers especializados em adestramento e comportamento canino, por exemplo. Quanto mais capacidades você comprovar ter, mais tutores confiarão no seu trabalho.

Untitled-design-3

Além de todo o preparo profissional, o futuro dog walker deve ter algumas qualidades para que possa realizar esse trabalho:

  • Se sentir confortável na presença de pets;
  • Saber coordenar várias agendas ao mesmo tempo;
  • Ter bom condicionamento fisico;
  • Ter força e habilidade para controlar cachorros de diversos tamanhos

Saiba tudo sobre creches para cães. Leia nosso artigo!

Cadastrando o seu e-mail na nossa newsletter você recebe conteúdos exclusivos.

Quer receber dicas animais?

Melhores amigos sabem tudo um do outro :-) Inscreva-se e receba notícias, dicas e promoções. A gente adora contar novidades!

Selecione abaixo como quer compartilhar este conteúdo
Fechar Um e-mail foi enviado para você redefinir sua senha