PARA ANUNCIAR CLIQUE AQUI | GRÁTIS :: PETS E SERVIÇOS

Compra ou adoção de gato?

Autor: Paula Semer
Categorizados em: Adoção Adulto Criadores Dicas FIlhote Gatos Lifestyle Não tem pet Quer mais 1 Raças Saúde Senior
Compra ou adoção de gato?

Tomada a decisão de ter um pet na família, às vezes bate a dúvida: comprar ou adotar um bichinho de estimação? Segundo a produtora de cinema Nina Faccio, não há o que pensar. “Para mim não existe a possibilidade de comprar um animal. Se não, teremos com ele a mesma relação que com um produto”, justifica. “Assim como você tem amigos, filhos e parentes, tem um gato ou um cachorro. A gente convive, são encontros da vida”, acrescenta. Nina tem duas cachorras e uma gata (e é apaixonada por elas!): Pipoca, Polenta e Moqueca, todas resgatadas das ruas.

Em 2014, segundo um levantamento da Organização Mundial de Saúde, havia no Brasil mais de 30 milhões de animais abandonados. Dos quais cerca de 10 milhões eram gatos. E muitas vezes passando frio e fome. Dar uma casa a um bichano nessa situação não só é um ato de amor, mas também ajuda a reduzir essa população que vive nas ruas.

Problemas de comprar:

Comprar um pet não é um problema Mas a compra de maus criadores. Os criadores clandestinos.  É muito importante ressaltar que, como qualquer negócio, existem padrões a serem seguidos. Um criador de qualidade conhece e segue esses padrões, garantindo um filhote saudável de todos os pontos de vista, a manutenção de um padrão de comportamento e saúde.

Dicas para escolher um bom criador:

Um criador de qualidade conhece a fundo sobre as raças de cria. Além disso, ele tem todo o histórico da criação e especialmente dos pais do pet.

Eles também fazem questão que você conheça o local. Não vendem filhotes com menos de 45 dias de vida. E, segue as leis, vendendo o filhote vacinado, vermifugado e castrado.

Dicas de adoção:

As organizações que se dedicam à adoção são rigorosas na avaliação dos futuros tutores. Fazem entrevistam e às vezes fazem visita à casa. Tudo para garantir que o espaço esteja devidamente preparado para receber o gatinho com segurança. Pesquisas recentes mostram que os animais ficam profundamente agradecidos aos seus adotantes. Além de tudo, é mais barato.

Ainda assim, escolha é algo que deve ser respeitado. Embora o papo de raças seja mais comum quando o assunto é cachorro, os gatos também possuem raças com aparência e comportamento diferentes. Entre as mais comuns nas casas dos brasileiros, atrás dos SRD (sem raça definida), estão o Siamês, o Persa e o Angorá. E há quem prefira comprar um felino de raça pura. Se for o seu caso, o mais importante é que ele seja adquirido de um criador ou um gatil sério e responsável. Procure a associação de criadores da raça que busca, assim terá boas referências para encontrar o seu novo companheiro.

 

Já falamos como escolher nomes para gatos, Confira!

Cadastrando o seu E-mail na nossa newsletter você recebe conteúdos exclusivos.

Compra ou adoção de gato?
autor

Paula Semer

Paula Semer é jornalista, está em São Paulo, escreve livros para crianças e dá aulas de yoga. Depois de anos sem pensar em cachorro, acaba de se apaixonar perdidamente por um novo filhote!

Quer receber dicas animais?

Melhores amigos sabem tudo um do outro :-) Inscreva-se e receba notícias, dicas e promoções. A gente adora contar novidades!

Selecione abaixo como quer compartilhar este conteúdo
Fechar Um e-mail foi enviado para você redefinir sua senha