PARA ANUNCIAR CLIQUE AQUI | GRÁTIS :: PETS E SERVIÇOS

Cachorro no carro: Saiba como ter uma viagem tranquila

Autor: Carolline Guarche
Categorizados em: Adulto Cachorros Comportamento Dicas FIlhote Quer mais 1 Senior Tem pet
Cachorro no carro: Saiba como ter uma viagem tranquila

Uma das dicas mais importantes para uma viagem de carro com seu cachorro é que deve ser tranquila para todos. Só leve seu pet se estiver disposto a fazer algumas adaptações, como ir em um local pet friendly. Observe o animal durante a viagem, alguns cachorros sofrem muito ao sair de casa. Para garantir que tudo corra bem, é preciso seguir algumas dicas que fazem toda a diferença na viagem:

Segurança na viagem:

Os animais não podem andar soltos no carro. Além de ser um risco para quem dirige, andar com os pets soltos gera multa.

A melhor coisa a se fazer é manter o cachorro seguro por um cinto próprio ou levá-los em caixas de transporte.  

Leis:

Art. 252 – Dirigir o veículo transportando pessoas, animais ou volume à sua esquerda ou entre os braços e pernas. Multa de R$ 86,13 e 4 pontos na carteira.

Art. 169 – Dirigir sem atenção ou sem os cuidados indispensáveis à segurança. Multa de R$ 53,20 e 3 pontos na carteira.

Enjoo:

Passeios longos e demorados podem causar enjoo nos cães. Por isso, alguns cachorros não gostam de passear de carro.

Se for o caso do seu cachorro, converse com o veterinário, para que ele indique algum medicamento que alivie o desconforto no pet. Não alimente o cachorro por pelo menos duas horas antes da viagem.

Medo do animal:

Se o seu cachorro não está acostumado com viagens, o melhor a fazer é evitá-las.

Leve o pet em passeios curtos para acostuma-lo, aumente com o tempo à medida que ele se mostrar confortável.

Paradas:

É essencial fazer paradas a cada duas horas, para que o cachorro possa esticar as patas, aliviar-se e beber água. Em caso de dias mais quentes, molhe uma toalha e vá refrescando o animal dentro do carro.

Não esqueça de identificar seu cachorro, caso ele se perca, é o meio mais fácil de contatar o tutor. 

Calor e Hipertermia:

Infelizmente é comum os casos onde os cães morrem de calor, em consequência, quase sempre, de estarem trancados dentro do carro. É preciso muita atenção, principalmente se você tem um cachorro braquicefálico, que tem ainda mais dificuldades para respirar em clima quente. Nunca deixe o cão sozinho no carro.

Como saber que o cão está passando mal:

Os cães ficam em um estado de semi-consciência, babando e as mucosas ficam mais escurar. Neste caso, deve-se levá-lo o mais rápido possível, a um lugar ventilado, e abunda-lo com água fria. Se necessário, colocar uma bolsa de gelo em sua cabeça. Mas, a água gelada demais, se ingerida, pode contrair os músculos do cachorro e ele pode morrer quase instantaneamente.

Como evitar que o cão passe mal:

Para evitar é simples, não deixe os cães sozinhos dentro do carro, nem por 10 min. Caso o local que você esteja bata muito sol, ligue o ar ou deixe as janelas um pouco abertas, e se possível, permaneça na sombra.

Acessórios:

Cinto de segurança:

O cinto parece muito ao presente no carro para as pessoas, mas ficam presos na própria coleira do pet. Assim o animal fica seguro, mas consegue se movimentar.

Além disso, o cinto protege o pet de um arremesso ou impacto em caso de acidente. – R$ 25,00

Caixa de transporte:

A caixa de transporte é a mais indicada, isso porque é ideal para qualquer momento em que é preciso transportar o pet. Dentro do carro, basta colocá-la no banco traseiro e prender com a alça do cinto de segurança. – (varia de acordo com o tamanho) R$ 78,00 a 280,00

Divisória:

A divisória é indicada principalmente para cães de grande porte. Ela separa os bancos traseiros dos dianteiros, impedindo que o cão atrapalhe o motorista. Mas, o item deve ser usado junto com o cinto de segurança. – R$ 90,00

Cabeça na janela:

Que os cães adoram ficar com a cabeça pra fora do carro, todos sabem! A sensação do vento é prazerosa. Mas, o vento pode ser prejudicial à saúde deles, causando dor de ouvido e algumas irritações nos olhos. Por isso, não abuse da duração ou frequência dos passeios. Além disso, fique atento a altura da janela.

Já falamos sobre caixas de transporte ideal, Confira

Quer receber dicas animais?

Melhores amigos sabem tudo um do outro :-) Inscreva-se e receba notícias, dicas e promoções. A gente adora contar novidades!

Selecione abaixo como quer compartilhar este conteúdo
Fechar Um e-mail foi enviado para você redefinir sua senha