PARA ANUNCIAR CLIQUE AQUI | GRÁTIS :: PETS E SERVIÇOS

Cachorro no carro: Saiba como ter uma viagem tranquila

Autor: Carolline Guarche
Categorizados em: Adulto Cachorros Comportamento Dicas FIlhote Quer mais 1 Senior Tem pet
Cachorro no carro: Saiba como ter uma viagem tranquila

Uma das dicas mais importantes para uma viagem de carro com seu cachorro é que deve ser tranquila para todos. Só leve seu pet se estiver disposto a fazer algumas adaptações, como ir em um local pet friendly. Observe o animal durante a viagem, alguns cachorros sofrem muito ao sair de casa. Para garantir que tudo corra bem, é preciso seguir algumas dicas que fazem toda a diferença na viagem:

Segurança na viagem:

Os animais não podem andar soltos no carro. Além de ser um risco para quem dirige, andar com os pets soltos gera multa.

A melhor coisa a se fazer é manter o cachorro seguro por um cinto próprio ou levá-los em caixas de transporte.  

Leis:

Art. 252 – Dirigir o veículo transportando pessoas, animais ou volume à sua esquerda ou entre os braços e pernas. Multa de R$ 86,13 e 4 pontos na carteira.

Art. 169 – Dirigir sem atenção ou sem os cuidados indispensáveis à segurança. Multa de R$ 53,20 e 3 pontos na carteira.

Enjoo:

Passeios longos e demorados podem causar enjoo nos cães. Por isso, alguns cachorros não gostam de passear de carro.

Se for o caso do seu cachorro, converse com o veterinário, para que ele indique algum medicamento que alivie o desconforto no pet. Não alimente o cachorro por pelo menos duas horas antes da viagem.

Medo do animal:

Se o seu cachorro não está acostumado com viagens, o melhor a fazer é evitá-las.

Leve o pet em passeios curtos para acostuma-lo, aumente com o tempo à medida que ele se mostrar confortável.

Paradas:

É essencial fazer paradas a cada duas horas, para que o cachorro possa esticar as patas, aliviar-se e beber água. Em caso de dias mais quentes, molhe uma toalha e vá refrescando o animal dentro do carro.

Não esqueça de identificar seu cachorro, caso ele se perca, é o meio mais fácil de contatar o tutor. 

Calor e Hipertermia:

Infelizmente é comum os casos onde os cães morrem de calor, em consequência, quase sempre, de estarem trancados dentro do carro. É preciso muita atenção, principalmente se você tem um cachorro braquicefálico, que tem ainda mais dificuldades para respirar em clima quente. Em dias quentes, quando sair com seu cachorro de carro, ligue o ar condicionado, para deixar o carro sempre fresco. Jamais deixe seu cão dentro do carro sozinho.

Como saber que o cão está passando mal:

Os cães ficam em um estado de semi-consciência, babando e as mucosas ficam mais escurar. Neste caso, deve-se levá-lo o mais rápido possível, a um lugar ventilado, e abunda-lo com água fria. Se necessário, colocar uma bolsa de gelo em sua cabeça. Mas, a água gelada demais, se ingerida, pode contrair os músculos do cachorro e ele pode morrer quase instantaneamente.

Como evitar que o cão passe mal:

Para evitar é simples, não deixe os cães sozinhos dentro do carro, nem por 10 min. Caso o local que você esteja bata muito sol, ligue o ar ou deixe as janelas um pouco abertas, e se possível, permaneça na sombra.

Acessórios:

Cinto de segurança:

O cinto parece muito ao presente no carro para as pessoas, mas ele vem com uma coleira peitoral com um adaptador para o encaixe do veiculo. Dessa forma, o animal fica preso no banco, mas com certa liberdade para se movimentar, sentar e até deitar.

Além disso, o cinto protege o pet de um arremesso ou impacto em caso de acidente. – R$ 25,00

Caixa de transporte:

A caixa de transporte é extremamente segura e indicada para todos os momentos que precisa transportar o cachorro. Dentro do carro, basta colocá-la no banco traseiro e prender com a alça do cinto de segurança. – (varia de acordo com o tamanho) R$ 78,00 a 280,00

Divisória:

A divisória é indicada principalmente para cães de grande porte. Ela separa os bancos traseiros dos dianteiros, impedindo que o cão atrapalhe o motorista. Mas, o item deve ser usado junto com o cinto de segurança. – R$ 90,00

Cabeça na janela:

Que os cães adoram ficar com a cabeça pra fora do carro, todos sabem! A sensação do vento é prazerosa. Mas, o vento pode ser prejudicial à saúde deles, causando dor de ouvido e algumas irritações nos olhos. Por isso, não abuse da duração ou frequência dos passeios. Além disso, fique atento a altura da janela.

Já falamos sobre caixas de transporte ideal, Confira

Quer receber dicas animais?

Melhores amigos sabem tudo um do outro :-) Inscreva-se e receba notícias, dicas e promoções. A gente adora contar novidades!

Selecione abaixo como quer compartilhar este conteúdo
Fechar Um e-mail foi enviado para você redefinir sua senha