PARA ANUNCIAR CLIQUE AQUI | GRÁTIS :: PETS E SERVIÇOS

5 dicas para o passeio de estréia

Autor: Nana Tucci
Categorizados em: Cachorros Comportamento Dicas FIlhote Quer mais 1 Tem pet
5 dicas para o passeio de estréia

Passear proporciona ao seu cão gasto energético e relaxamento, além da chance de ele poder marcar território, rastrear cheiros e relacionar-se com outros cães. Ou seja: é nas ruas que ele se reconhece e se realiza.

Você adotou um filhote, ele já tomou as principais vacinas e mostra sinais de que está pronto para “bater as patinhas” por aí pela primeira vez. É só colocar uma coleira no cachorrinho e sair por aí? Não exatamente.

Se você quiser evitar estresses e garantir uma primeira saída tranquila e prazerosa para vocês dois, é preciso levar em consideração algumas coisas antes de abrir a porta de casa para o amigão. 

Anote:

1. Coleira

Acostume-o usar a coleira e a guia dentro de casa antes de sair para a rua. Se ele estranhar muito o equipamento no início, lance mão de petiscos e brinquedinhos. Treine em casa como vocês devem andar, mostrando que ele deve acompanhar você quando a guia estiver frouxa, parabenizando-o com carinhos e petiscos.

2. Locais novos

Como ele nunca foi às ruas antes, escolha um horário e um local menos agitado no início, como de manhã cedo ou de noite, e uma praça de bairro. Evite passar perto de portões com outros cachorros que podem latir e assustá-lo. Recomenda-se também saídas mais rápidas, de no máximo meia hora. Grandes parques em horários de pico têm estímulos demais: barulhos, pessoas, outros animais. Vá com calma.

3. Disciplina

Discipline no começo para não “sambar” depois. Se ele se mostrar muito ansioso quando você mostrar a coleira, ou se estiver muito agitado, puxando a guia e arrastando você, ou ainda mostrar agressividade em relação a outros cães, não continue o passeio até que ele se acalme. Elogie muito quando tiver um bom comportamento, com afagos e biscoitinhos.

4. Equipamentos

Invista em um bom equipamento, ou seja, uma coleira segura e confortável para você e o seu amigão. As melhores são aquelas ao mesmo tempo flexíveis e resistentes. Cheque coisas como se o fecho é fácil de abrir e fechar. Prefira as coleiras não muito longas, para poder controlar melhor imprevistos.

5. Ritmo

É interessante criar um hábito de passear sempre no mesmo horário. Dessa maneira, seu peludo pode se acostumar a fazer as fezes nessa hora. Não se esqueça de levar um saquinho para recolhê-las. Além disso, é sempre bom lembrar da água – como ele não está acostumado a gastar tanta energia de uma vez só, é provável que sinta bastante sede.

Já falamos sobre a caixa de transporte ideal, confira

5 dicas para o passeio de estréia
autor

Nana Tucci

Nana Tucci tem 31 anos, é jornalista, adora tudo que é caipira, fazer (e comer) doces e um bom banho de cachoeira. Mora numa casa feliz e bagunçada com o Jota e os dois filhos, Bento e Tito, a gata Abacaxi e a cadela Panqueca.

Quer receber dicas animais?

Melhores amigos sabem tudo um do outro :-) Inscreva-se e receba notícias, dicas e promoções. A gente adora contar novidades!

Selecione abaixo como quer compartilhar este conteúdo
Fechar Um e-mail foi enviado para você redefinir sua senha