PARA ANUNCIAR CLIQUE AQUI | GRÁTIS :: PETS E SERVIÇOS

Cachorro com trauma: como ajudar?

Autor: Nathalia Perone
Categorizados em: Adulto Cachorros Comportamento Dicas FIlhote Não tem pet Quer mais 1 Senior Tem pet
Cachorro com trauma: como ajudar?

O histórico de vida do animal diz muito sobre a sua personalidade. Animais que sofreram algum tipo de trauma psicológico, seja por maus tratos, abandono ou qualquer outro tipo de acontecimento que tenha o abalado, podem carregar profundas marcas para o resto da vida.

Muitos tutores que adotam pets que já passaram por outras famílias, se deparam com bichinhos muito medrosos ou agressivos e não sabem o real motivo daquele comportamento e como lidar com aquilo. Afinal, como ajudar um cachorro com trauma?

Estresse pós-traumático em cães

O estresse pós-traumático é uma condição, muito conhecida na psicologia humana, onde o indivíduo, após um momento traumático, passa por um período de grande estresse e apresenta sintomas como medo, irritabilidade, transtornos alimentares e de sono. Esse evento também pode acontecer com os cães e, é por isso que muitas vezes não é possível compreender determinados comportamentos do bichinho, como o pavor a objetos específicos e a mudança de comportamentos bruscos na presença de determinadas pessoas.

Cachorro muito estressado e com medo

Quando adotamos um bichinho que já tem um histórico de adoção, temos que ter em mente que ele pode ter passado por diversas situações, boas ou ruins. São muitas as situações que levam uma pessoa a doar um pet e, muitas vezes, eles podem não aceitar muito bem a mudança.

É muito importante, desde o primeiro momento, tentar passar o máximo de segurança e amor para o novo membro da família. Lembre-se de dar bastante atenção e carinho para ele.

Caso ele seja muito medroso, observe-o sempre e tente descobrir as situações em que ele apresenta maior medo e as que ele se sente mais seguro. A mesma linha de pensamento se aplica, também, em animais violentos. Tente identificar o que o leva a ter essas mudanças de comportamento e, sempre que possível, evite essas situações.

No momento em que o animal se sentir coagido com qualquer situação, faça carinho nele e tente mostrar que ele não está sozinho. Porém, se ele se recuar, respeite seu espaço.

Sintomas de medo em cachorro

Um cachorro com trauma pode apresentar comportamentos como:

Como acalmar cachorro medroso?

Existe uma técnica que pode te ajudar a acalmar o cão e até mesmo prevenir possíveis ataques de pânico. Uma simples atadura, dessas usadas para enfaixar em hospitais, é o suficiente. Uma amarração especial, que pega o tronco todo do animal irá mantê-lo calmo em situações estressantes.

Se você perceber que o animalzinho anda medroso ou estressado na maior parte do tempo, pode pensar em usar no dia a dia. Saiba como aplicar essa técnica facilmente aqui.

Como passear com cachorro medroso?

O momento do passeio pode ser apavorante para o pet que possui algum tipo de trauma psicológico. Por isso, o mais importante é não forçar a barra. Tudo deve acontecer no tempo do animal.

Se ele for de pequeno porte, você pode começar a leva-lo para rua no colo e, aos pouquinhos, conforme ele for pedindo, vai deixando ele ir para o chão. Caso ele seja de médio ou grande porte, a estratégia de carrega-lo não é uma opção. Por isso, procure respeitar os limites do pet.

Utilize uma coleira que te deixe no controle da situação, para evitar que ele te arraste para fugir de alguma situação que cause medo. Lembre-se sempre de dar muito carinho e observar as reações do animal durante a caminhada.

Remédio para cachorro estressado e com medo é uma opção?

Medicamentos devem ser utilizados somente mediante a indicação de um veterinário. O ideal é leva-lo até o profissional de sua confiança para uma avaliação. Ele saberá qual o melhor tratamento.

Já ouviu falar em terapia floral para pets? Leia nosso artigo!

Cachorro com trauma: como ajudar?
autor

Nathalia Perone

Jornalista, apaixonada por animais. Mãe do terrível Nicolas (Nick para os mais íntimos), um poodle branco que é só amor. Em seu tempo livre, adora parques, uma boa conversa entre amigos e cantar no chuveiro.

Quer receber dicas animais?

Melhores amigos sabem tudo um do outro :-) Inscreva-se e receba notícias, dicas e promoções. A gente adora contar novidades!

Selecione abaixo como quer compartilhar este conteúdo
Fechar Um e-mail foi enviado para você redefinir sua senha