PARA ANUNCIAR CLIQUE AQUI | GRÁTIS :: PETS E SERVIÇOS

Pelo curto? Nada de cabular o banho!

Autor: Nana Tucci
Categorizados em: Adulto Beleza e Grooming Cachorros FIlhote Gatos Senior Tem pet
Pelo curto? Nada de cabular o banho!

É bom e nem todo amigão gosta, mas é necessário dar um belo banho no seu peludo pelo menos uma vez por mês. Meu cachorro tem pelo curto, também precisa? Sim, para evitar que ele contraia doenças que podem afetar até o tutor.

É mais fácil para quem divide a casa com um bichinho que tem pouco pelo se aventurar em dar banho nele sem precisar recorrer a uma casa especializada em banho e tosa. Se esse é seu caso, anote as dicas:

Lugar

Primeiro, escolha o lugar onde vai dar o banho. É importante que o animal se sinta confortável. Bacia, banheira, pia, quintal…. Um labrador dificilmente se sentirá bem tomando banho em uma pia, né? Por outro lado, um cachorro de pequeno porte como o Dachshund pode se sentir assustado em uma banheira grandona. Por isso, é interessante colocar um tapete de borracha dentro da banheira porque você bem sabe como seu amigão vai se mexer bastante durante o banho pois evita escorregões.

Escovar os fios

Mesmo o cão tendo pouco pelo, é bom passar uma escova para tirar os fios mortos. Feito isso, colocar algodão dentro e cada orelha é recomendado, pois cães com pelos curtos geralmente não têm proteção natural na entrada dos ouvidos e se entrar muita água neles podem infeccionar.

Depois da escova e dos algodões, é hora de preparar a água. Nem quente nem fria, morna. Se estiver quente demais, pode causar queimaduras no cão; fria demais além de não ser prazeroso para ele (eis o problema do tradicional banho de mangueira), pode fazê-lo adoecer. Mas é recomendado não encher a banheira de água de uma vez só, para não intimidá-lo. Comece com água o suficiente para cobrir as patas e vá aos poucos aumentando o o volume. No fim, o nível da água deve chegar até seu peitoral.

Hora da lavagem!

Na hora de lavar, use um shampoo próprio para a raça de seu cachorro. Porém, não se esqueça de limpar bem as costas, as patas, os órgãos genitais e a região do rabo. Deixe a cabeça por último e use panos umedecidos se ele se irritar muito com água nos olhos. Cães que têm menos pelo às vezes podem apresentar pele seca – o que gera mais coceira que o normal -, então pergunte ao veterinário dele se não seria o caso de usar um condicionador.

Secador

Secar bem o animal é importante para evitar fungos e bactérias na região dos ouvidos – certifique-se de que ficaram bem sequinhos. Com o auxílio de uma toalha, tire todo o excesso de água de seu amigão. Mas se tiver um quintal ou terraço para se secar totalmente tomando um solzinho, melhor ainda.

 Dica extra

se o seu cachorro fica muito estressado no banho, tenha algum petisco que ele adore perto de você na hora da limpeza, para ajudá-lo a desestressar e parabenizá-lo por suas conquistas.

Já falamos sobre a escovação correta dos pelos dos pets, Confira

Pelo curto? Nada de cabular o banho!
autor

Nana Tucci

Nana Tucci tem 31 anos, é jornalista, adora tudo que é caipira, fazer (e comer) doces e um bom banho de cachoeira. Mora numa casa feliz e bagunçada com o Jota e os dois filhos, Bento e Tito, a gata Abacaxi e a cadela Panqueca.

Quer receber dicas animais?

Melhores amigos sabem tudo um do outro :-) Inscreva-se e receba notícias, dicas e promoções. A gente adora contar novidades!

Selecione abaixo como quer compartilhar este conteúdo
Fechar Um e-mail foi enviado para você redefinir sua senha