PARA ANUNCIAR CLIQUE AQUI | GRÁTIS :: PETS E SERVIÇOS

Banho e tosa: qual a sua importância?

Autor: Nathalia Perone
Categorizados em: Beleza e Grooming
Banho e tosa: qual a sua importância?

O banho e tosa são hábitos necessários para qualquer pet. Muito além de estética, este tipo de higienização é essencial para a saúde do seu bichinho. Você sabe por que a higienização do pet é tão importante para a qualidade de vida dos nossos peludinhos?

A pelagem e a pele dos nossos pets costumam ser alvo de acúmulo de sujeira. Isso pode acarretar diversos problemas. Entre eles, a sujeira pode desenvolver doenças dermatológicas.

Além de banhos frequentes e da tosa, é importante levar em consideração que o produto usado para a higienização deve ser específico para o bichinho e para o tipo de pelagem. Por isso, é interessante que seja feito por um profissional. Ele saberá como identificar os produtos que melhor se adequam.

Qual a frequência de banho do meu cachorro?

Cada bichinho pode ter uma necessidade de banho diferente. Um cão que fica dentro de casa, por exemplo, acumula menos sujeira do que aquele que fica no quintal. Além disso, pets que possuem problemas de pele podem ter uma necessidade maior de banho, entre outras situações.

A recomendação é que cachorrinhos que possuem pelos curtos tenham intervalos de 15 a 30 dias. Já os de pelos grandes podem tomar banho com um intervalo de uma semana a 15 dias.

Qual a frequência de banho do meu gato?

Os gatos são conhecidos por serem animais limpos e que fazem a limpeza de seus pelos. Isso não significa que eles não precisam de um banho. Quando damos banho nos bichanos, eliminamos aqueles pelos mortos que formam as famosas bolas de pelo que podem fazer mal aos felinos.

O ideal é que eles tomem banhos pelo menos uma vez por mês. É importante ressaltar que os pelos felinos precisam ser tratados com produtos específicos, pois são diferentes da pelagem dos cães.

A importância da secagem

Os pelos dos bichinhos devem ser devidamente secos com o auxílio de um secador, tomando o cuidado de não queimar o animalzinho. Os pelos devem estar completamente secos, evitando possíveis proliferações de fungos.

Caso o cão esteja estressado na hora de secar a pelagem, você pode dar alguns minutinhos para que ele descanse. Assim, evita movimentos bruscos que podem machucar de alguma forma.

Não esqueça de escovar o pelo para não formar nós. Opte sempre pela higienização de um profissional.

Banho em gatos é necessário? Saiba aqui.

Quer receber dicas animais?

Melhores amigos sabem tudo um do outro :-) Inscreva-se e receba notícias, dicas e promoções. A gente adora contar novidades!

Selecione abaixo como quer compartilhar este conteúdo
Fechar Um e-mail foi enviado para você redefinir sua senha